Connect with us

Polícia

Segurança esvazia carceragens do litoral para a temporada

Cerca de 330 presos foram removidos das unidades de Antonina, Guaratuba, Matinhos, Morretes, Paranaguá e Pontal do Paraná.

Publicado

em

Com a transferência de cerca de 75 presos de Paranaguá na sexta-feira, 20, a Secretaria da Segurança Pública do Paraná concluiu o trabalho de esvaziamento das delegacias de polícia dos municípios litorâneos. Cerca de 330 presos foram removidos das unidades de Antonina, Guaratuba, Matinhos, Morretes, Paranaguá e Pontal do Paraná e agora passam a ser custodiados em unidades de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba.

As remoções foram feitas desde o dia 11 e até sexta-feira, 20, por 57 servidores do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), com o auxílio da Polícia Civil e da Polícia Militar. “É uma das ações para preparar o litoral para a chegada dos veranistas, que buscam tranquilidade para o descanso”, destacou o secretário da Segurança Pública e coordenador do Verão Maior, Rômulo Marinho Soares.

Nos nove dias de remoções, foram feitas 482 movimentações de presos. Durante a operação verão, que começou no sábado, 21, devem permanecer nas delegacias de polícia e cadeias públicas do litoral apenas os presos em flagrante, que aguardarão a fase de investigação policial. Por isso, conforme a demanda, estão previstos deslocamentos e novas transferências de presos.

Além do esvaziamento, as transferências também garantem que cerca de 150 presos que estavam instalados em delegacias da Polícia Civil passem a ter as mesmas condições de custódia fornecidas em todo o sistema prisional, gerenciadas pelo Departamento Penitenciário.

PRESOS EM DELEGACIAS

Para reduzir a superlotação em carceragens de delegacias, um problema de décadas e que foi herdado pela atual gestão, entre diversas outras ações, durante o ano de 2019, a Secretaria da Segurança Pública transferiu 37 carceragens de delegacias da Polícia Civil para o DEPEN.

Com isso, cerca de 6 mil detentos passaram a ter as mesmas condições de custódia fornecidas em todo o sistema prisional, e mais de mil policiais civis foram liberados exclusivamente para o trabalho a que compete a função.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.