conecte-se conosco

Polícia

PM apreende maconha e simulacro em Matinhos

Bexigas e plásticos foram usados para embalar a droga, que foi encontrada dentro da casa do pescador

Publicado

em

Durante patrulhamento de rotina, no começo da madrugada de terça-feira, 2, policiais militares desconfiaram de quatro indivíduos que estavam em frente a uma casa na Rua São José do Rio Preto, no bairro Mangue em Matinhos.
Ao abordar o grupo, Alex Sandro da Silva Xavier, de 23 anos, não acatou as orientações da equipe e resistiu à abordagem, sendo então imobilizado e revistado. Com ele, nada de ilícito foi encontrado, porém, a maneira de agir do rapaz, chamou a atenção dos policiais que resolveram realizar uma busca dentro do imóvel. Alex, que durante a abordagem disse que ninguém entraria na casa, liberou a entrada da equipe.

 

MACONHA

Enquanto realizavam o procedimento, o próprio abordado confessou que dentro de uma gaveta, os policiais encontrariam pequenos sacos plásticos com maconha, fato constatado pelas equipes. Foram localizadas 15 bexigas verdes, recheadas com o entorpecente. Ainda durante as buscas dentro da residência, foram encontradas mais 26 buchas do entorpecente, prontas para comercialização. Pesada, a droga apreendida totalizou quase 900 gramas.
Indagado sobre a grande quantidade de maconha encontrada, Alex Sandro confessou que estava comercializado as buchas de maconha na região e que comprou a droga na Vila Pluma, no bairro Pinheirinho, em Curitiba. Desempregado, o pescador disse que foi a única maneira que encontrou para manter a casa e pagar as despesas.

Dentro da residência, os policiais encontraram um simulacro de pistola, que de acordo com Alex Sandro, foi encontrado na rua e guardado. 

 

CONFUSÃO

Enquanto realizavam a abordagem ao grupo e também a busca dentro do imóvel, populares provocaram uma confusão no local, tentando intimidar os policiais. Eles xingavam e ameaçavam as equipes, porém, o fato não impediu que todo o procedimento fosse executado e um dos abordados, preso. Os outros três homens foram liberados. 
Alex Sandro foi encaminhado, junto com todo o entorpecente apreendido e o simulacro, para o plantão da Delegacia da Polícia Civil, onde foi autuado pelo crime de tráfico de entorpecentes e resistência, ficando recolhido na carceragem da unidade policial.

Continuar lendo
Publicidade






plugins premium WordPress