Connect with us

Polícia

Operação de Busca e Salvamento na Serra do Mar vira caso de polícia

Além dos prejuízos financeiros, essa conduta reprovável gera alto custo para a sociedade,

Publicado

em

O Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Paraná (CBPMPR) foi acionado através do telefone de emergência 193 para prestar atendimento a uma vítima de queda na região do Pico Paraná neste domingo (14) e o atendimento que em princípio seria tranquilo, acabou virando caso de polícia.

Durante a triagem da ocorrência pela guarnição do Grupo de Operações de Socorro Tático (GOST), o solicitante relatou que um dos integrantes do grupo havia sofrido uma queda no local conhecido como Abrigo II, na trilha  que dá acesso ao Pico Paraná, e que devido as fortes dores nas costas estaria impossibilitado de realizar o retorno.

Diante da situação e após autorização da Central de Operações do Corpo de Bombeiros, foi designada uma equipe do GOST para o local.

De posse das informações iniciais relatadas pelo solicitante, a distância e a dificuldade da trilha, foi necessário o acionamento de uma aeronave de asas rotativas do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) para deslocar os bombeiros de forma mais ágil para um primeiro atendimento. Devido a fatores climáticos desfavoráveis não foi possível deixar os militares no local exato, sendo deixados em um local conhecido como Getúlio, aproximadamente metade do trajeto, de onde seguiriam a trilha a pé em direção às vítimas.
 
Em paralelo, uma segunda equipe do GOST foi mobilizada por via terrestre para caso necessário, apoiar na logística de evacuação com maca e até mesmo com materiais de pernoite para vítima.

Quando a segunda equipe se preparava para iniciar a subida, foram informados que a suposta vítima já havia terminado a trilha com seus colegas e que se encontravam em um estabelecimento comercial próximo, preparando-se para retornar as suas residências.

O Oficial de Busca e Salvamento do GOST, deslocou-se ao referido estabelecimento comercial, onde localizou a tal “vítima”, e quando questionada sobre os fatos, relatou que passou pelos bombeiros que estavam na trilha não se identificou como solicitante dos serviços do Corpo de Bombeiros, e ainda, informou falsamente à guarnição de bombeiros que ainda havia uma suposta vítima que estaria os esperando no local conhecido como Casa de Pedra.

Diante dos fatos, o Oficial de Busca e Salvamento do GOST realizou o acionamento de uma guarnição da Polícia Militar, a qual conduziu o grupo para elaboração de Termo Circunstanciado, por, em tese, terem cometido crime previsto em legislação penal brasileira.

No caso em pauta, toda a guarnição de serviço do Grupo de Operações de Socorro Tático foi empenhada durante praticamente todo o dia, materiais e viaturas foram deslocadas para o local além da aeronave do BPMOA deixar de cobrir toda Curitiba e região metropolitana para transporte de militares.

Todos os anos as instituições públicas que atendem situações emergenciais despendem muitos esforços e recursos no atendimento a trotes. Muito além dos prejuízos financeiros, essa conduta reprovável praticada faz com que, além de serem mobilizados recursos especializados que tem alto custo para a sociedade, também causem o prejuízo no atendimento de emergências reais, que realmente necessitavam desses profissionais, colocando patrimônios e vidas em risco.

Fonte: Corpo de Bombeiros do Paraná.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.