Neto que agredia e ameaçava o avô resiste à prisão e é baleado em Paranaguá

19 de fevereiro de 2020

Fabiano de Lima de Jesus, de 22 anos, foi baleado na perna, no começo da noite de terça-feira, 18, por volta das 18h10, após resistir à prisão e agredir equipes da Polícia Militar. O rapaz estava na casa do avô, um homem de 72 anos, e se recusou a sair do local, no momento da abordagem.

Os policiais foram acionados pela central 190 para atender uma vítima de agressão e ameaça. No endereço indicado, uma casa na Rua Rodolfo Affolter, no bairro Santos Dumont, a equipe constatou o fato e tentou abordar Fabiano, que se escondeu na residência.

Com a chegada de reforços, os policiais entraram no imóvel e foram recebidos a pedradas. Fabiano, que estava bastante alterado, montou barricadas atrás das portas de acesso, tentando dificultar a ação policial. As equipes tentaram por várias vezes abordar o indivíduo, inclusive usando gás de pimenta, mas ele não obedecia às ordens emanadas.

Com uma barra de ferro nas mãos, usada para ameaçar os policiais, Fabiano conseguiu sair do imóvel, e já do lado de fora, encontrou uma equipe da RPA – Rádio Patrulha Auto, que ajudava no cerco a residência.

O rapaz não atendeu à ordem dos policiais para se entregar e tentou pegar a arma de um policial, que reagiu, efetuando um disparo que atingiu a perna de Fabiano. Mesmo baleado, o indivíduo entrou em luta corporal com o policial e novamente tentou pegar a pistola do PM, que atirou mais uma vez. Os dois disparos atingiram a perna do agressor.

Contido e preso, Fabiano foi encaminhado pelo Samu para a emergência do Hospital Regional do Litoral, onde foi operado e não corre risco de morte.

AMEAÇAS

Mesmo algemado e aguardando a chegada da equipe de socorristas, Fabiano xingava e ameaçava os policiais de morte.

FERIDO

O policial militar que foi agredido por Fabiano disparou duas vezes contra o agressor e ficou ferido. Estilhaços da munição atingiram seu tornozelo. O PM também foi encaminhado para a emergência da unidade hospitalar, atendido e liberado.

AVÔ

Na Delegacia de Polícia Civil, para onde os envolvidos foram encaminhados, o avô de Fabiano, confirmou que estava sendo agredido e ameaçado de morte pelo neto e um comparsa. Horas antes, ele teria registrado um boletim de ocorrência, na unidade policial.

O outro indivíduo foi identificado e preso no local da ocorrência. Olavo Soares de Menezes Neto, de 25 anos, morador no Jardim Santos Dumont, também ameaçava o idoso.

Ao consultar o sistema de informações da SESP – Secretaria de Segurança Pública do Paraná, os policiais constataram que contra Fabiano de Lima de Jesus havia vários boletins de ocorrência, pelos crimes de ameaça e maus-tratos, tráfico de entorpecentes, violência doméstica, agressão, lesão corporal, resistência e desacato. Alguns registrados pelos avós.

Ainda na delegacia, a vítima relatou que o neto ficava com o seu dinheiro e o comparsa dele morava na residência, sem o seu consentimento.

Colunistas