Logotipo

Homem que morreu atropelado na PR-508 era foragido de presídio em Santa Catarina

11 de março de 2019

Considerado foragido pela Justiça catarinense, Deosmar dos Santos Lima, de 48 anos, morador em Antonina, morreu atropelado na PR-508.

Compartilhe

Deosmar dos Santos Lima, de 48 anos, morador em Antonina e que era considerado foragido pela Justiça catarinense, já que não retornou ao Presídio de Blumenau, onde cumpria pena, depois de receber o benefício da saída temporária de Natal, morreu atropelado  na noite de sexta-feira, 1.º, após se envolver em um acidente de trânsito na PR-508, rodovia que liga a BR-277 ao município de Matinhos, na altura do KM 3.

 

ACIDENTE

A bicicleta conduzida pela vítima, que vestia camiseta amarela, bermuda verde e sunga colorida e calçava um par de tênis e meias cinzas, foi atingida por pelo menos três veículos, entre eles, um caminhão.
De acordo com informações apuradas com testemunhas, o ciclista estava no meio das pistas quando foi atingido por um automóvel. Caído na rodovia, o homem foi atropelado pelos outros veículos. 
No momento do acidente, o fluxo na rodovia era intenso. Segundo a concessionária que administra o trecho, mais de mil veículos, por hora, circulavam pela região, no sentido Matinhos. 

 

IML

O corpo de Deosmar dos Santos Lima, que não portava documentos, foi recolhido por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) e só foi reconhecido oficialmente por familiares no sábado, 9. Depois de apresentar documentos oficiais, o corpo foi liberado para velório e sepultamento, que aconteceu em Paranaguá.

 

FORAGIDOS

Seguem foragidos da unidade prisional catarinense, os seguintes detentos:
Gabriel Lucas Vieira, de 21 anos, Derivaldo Lima de Oliveira Junior, de 37 anos, Luiz Felipe Eufrazio, de 23 anos, Luan Santos de Araújo, de 24 anos e Isael Silva dos Santos, de 26 anos. 
Todos os presos receberam o benefício da saída temporária de final de ano e não retornaram ao Presídio Regional de Blumenau, em Santa Catarina. 
Qualquer informação que possa ajudar na localização dos foragidos deve ser repassada imediatamente ao 190, da Polícia Militar, ou 181, o Narcodenúncia da Secretaria Estadual de Segurança Pública do Paraná. 
 

Colunistas