Connect with us

Polícia

Caminhoneiro depõe na 1.ª SDP e será investigado por acidente fatal na região portuária

Motorista poderá responder judicialmente por lesão corporal e homicídio culposo (em que o autor não tem a intenção de matar)

Publicado

em

Colisão entre caminhão e moto ocasionou a morte de Renata Cardoso, 37 anos, em cruzamento entre as avenidas José Lobo e Governador Manoel Ribas

Na noite da quarta-feira, 21, um motorista de 53 anos, que dirigia o caminhão-cegonha envolvido em colisão com motocicleta na região portuária de Paranaguá, causando a morte de Renata Henrique Cardoso, de 37 anos, na tarde de quarta-feira, prestou depoimentos na 1.ª Subdivisão Policial (1.ª SDP) da Polícia Civil do Paraná (PCPR) sobre a ocorrência.  Ele foi encaminhado até a delegacia pela Polícia Militar do Paraná (PMPR) e poderá responder judicialmente por lesão corporal e homicídio culposo (quando o autor não tem a intenção de matar).

O caminhoneiro esteve na 1.ª SDP acompanhado de seu advogado. Segundo o motorista, ele não conhecia Paranaguá e esta seria a primeira vez que ele estava na cidade. Por isso, ele afirma que cometeu um equívoco ao fazer uma manobra no cruzamento das avenidas Coronel José Lobo e Governador Manoel Ribas, ao lado da Receita Federal. O investigado se submeteu ao teste do bafômetro da PMPR, que deu negativo. O condutor teria ficado na cabine do caminhão após o acidente, temendo represálias da população que estava no local do acidente.

SOBRE O ACIDENTE

Na quarta-feira, 21, um acidente entre um caminhão-cegonha, carregado de veículos, e uma motocicleta, ocasionou a morte de Renata Henrique Cardoso, que trabalhava em uma empresa portuária local. O choque entre os dois veículos aconteceu no cruzamento das Avenidas José Lobo com Governador Manoel Ribas, região portuária.

De acordo com testemunhas, a motocicleta seguia no mesmo sentido do caminhão, que teria acionado o sinal, indicando que faria a conversão à esquerda. No meio do cruzamento, de forma brusca, o motorista teria mudado o sentido de direção, e entrado à direita, atingindo a motocicleta. No local, não é permitida a conversão para a direita.

Com o choque, o piloto da moto, Jeferson Batista Graça, de 32 anos, foi arremessado para o lado do caminhão, e sua esposa, Renata, foi arrastada pela carreta, entrando em óbito no local.

O motorista do caminhão, um homem de 53 anos, morador em Flores da Cunha, interior do Paraná, foi encaminhado por uma equipe da Polícia Militar para a UPA – Unidade de Pronto Atendimento, na Praça Portugal, e logo em seguida para o plantão da Polícia Civil de Paranaguá.

As causas e circunstâncias do acidente estão sendo apuradas pelas autoridades competentes.

O homem que conduzia a motocicleta foi atendido no local por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado com ferimentos leves para o Hospital Regional do Litoral (HRL).

Depois da perícia realizada pela Criminalística, o corpo da vítima foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Paranaguá (IML), onde passou por exames complementares e foi liberado por familiares.

VELÓRIO

Sob forte comoção de amigos e familiares, o velório de Renata Cardoso aconteceu na Igreja Pentecostal Filadélfia, na Vila Guarani, desde a noite da quarta-feira, 21, até a tarde da quinta-feira, 22. O corpo foi enterrado no Cemitério Nossa Senhora do Carmo, às 14h.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.