Connect with us

Polícia

Acusado de duplo homicídio é preso na Vila Ruth

“Tato” estava trafegando de bicicleta pela Avenida Coronel Santa Rita, quando policiais militares o reconheceram e tentaram uma abordagem.

Publicado

em

Deiveson Aurélio de Castro, conhecido como “Tato”, de 34 anos, foi preso no começo da manhã de sexta-feira, 16, por equipes da Polícia Militar e Guarda Civil Municipal, escondido embaixo do assoalho de uma casa, na Rua Francisco Machado, na Vila Ruth.

“Tato” estava trafegando de bicicleta pela Avenida Coronel Santa Rita, quando policiais militares o reconheceram e tentaram uma abordagem. O indivíduo fugiu e invadiu um pátio de estacionamento de caminhões instalado na região.

Perseguido, Deiveson continuou a fuga a pé. Ele invadiu o quintal de uma casa e correu por um corredor escuro, se escondendo no fundo da residência. Neste momento, “Tato” efetuou um disparo de arma de fogo contra os policiais que o perseguiam. Cercado ele pulou muros e cercas e conseguiu escapar.

Com a chegada de outras viaturas e equipes da Guarda Civil Municipal, a região foi cercada e o fugitivo localizado. Ele estava escondido embaixo do assoalho de uma residência.

“Tato” ainda resistiu à abordagem e apontou o revólver calibre .38, na direção da equipe, que efetuou um disparo de arma de fogo, na direção do fugitivo. Sem ter como escapar, Deiveson se entregou aos policiais.

No local onde ele estava escondido, os policiais encontraram um revólver calibre .38, com quatro munições intactas e uma deflagrada. Uma munição do mesmo calibre foi localizada com “Tato”, durante a revista pessoal.

FERIMENTO

Ao sair do local onde estava escondido, Deiveson estava com um ferimento no pé, provocado possivelmente durante a fuga, quando pulou algumas cercas. Ele foi encaminhado para atendimento médico na UPA e na sequência para o plantão da Polícia Civil.

FORAGIDO

Durante o registro da ocorrência na delegacia, os policiais confirmaram que contra “Tato” havia dois mandados de prisão em aberto. Diante dos fatos, ele recebeu voz de prisão e ficou recolhido na carceragem da Cadeia Pública, sob responsabilidade do DEPEN – Departamento Penitenciário do Estado, à disposição da Justiça.

Deiveson Aurélio de Castro é suspeito de ter participado de um duplo homicídio registrado no dia 26 de maio, no bairro Palmital.

“Tato” era um dos alvos da Operação Hórus, deflagrada pela Polícia Civil e que prendeu outros indivíduos envolvidos no crime.

RELEMBRE O CASO

Rafael Alves do Carmo, de 25 anos, conhecido como “Rafinha”, e Gabriel Santos França de Freitas, de 19, os dois moradores na região da Raia, foram mortos a tiros na madrugada de domingo, 26 de maio, em Paranaguá. O crime aconteceu no cruzamento das ruas Manoel Corrêa com Ildefonso Munhoz da Rocha, no bairro Palmital.

DESENTENDIMENTO

De acordo com populares, os dois rapazes mortos e um amigo teriam se envolvido em uma confusão, momentos antes, em uma casa noturna na região da Ponta do Caju. Os três deixaram o local em um táxi, que foi perseguido por dois indivíduos que ocupavam uma moto preta.

Ao parar no cruzamento, o piloto da motocicleta entrou na frente do táxi, obrigando o motorista a parar o veículo.

O garupa desceu da moto e, armado, abriu a porta do carro e começou a atirar.

Desde o dia do crime, equipes da Polícia Civil e do Agência de Inteligência da Polícia Militar investigavam o caso.

OPERAÇÃO HÓRUS

Equipes da Polícia Civil, comandadas pelo delegado adjunto e operacional, Nilson Diniz, deflagraram na madrugada de terça-feira, 18 de junho, a Operação Hórus. Foram cumpridos nove mandados judiciais, sendo cinco de prisão temporária e quatro de buscas e apreensão. Todos os alvos da ação policial tinham envolvimento com o duplo homicídio.

PRESOS

Foram presos, durante a Operação Hórus, Luiz Fernando de Souza, de 34 anos, Jhonatan Tomaz Henrique, de 36, Thiers Thierry Tomaz Henrique, de 22 anos, e Jean Paulo de Melo.

Um dos alvos da ação policial, Luiz Fernando de Souza, já estava preso. Foragido da Justiça, ele foi capturado por policiais militares, em uma casa na Colônia Pereira, no dia 1.º de junho. Além do mandado de prisão em aberto, pelo envolvimento com o tráfico de entorpecentes, Luiz portava uma pistola calibre .380, com dois carregadores municiados.

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.