Logotipo

Ação conjunta apreende fuzil, munições e objetos furtados em Pontal do Paraná

04 de outubro de 2019

Um fuzil calibre .762 e 50 munições foram apreendidas durante a ação conjunta em Pontal do Paraná.

Compartilhe

Uma ação conjunta, envolvendo equipes da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal de Pontal do Paraná, no final da manhã de sexta-feira, 4, terminou com a prisão de três indivíduos e na apreensão de um fuzil, munição e objetos furtados.

As equipes foram acionadas por populares que presenciaram dois indivíduos suspeitos entrando em uma casa na Rua Rouxinol, no bairro Mangue Seco, carregando vários objetos.

Um drone, furtado na manhã desta sexta-feira, 4, e outros objetos de origem duvidosa, foram recuperados

Imediatamente viaturas da Guarda Civil e da Polícia Militar foram para o endereço indicado e realizaram a abordagem.

Dentro da casa, apontada na denúncia, os policiais encontraram um drone, furtado na manhã de hoje, aparelhos celulares, uma bicicleta e vários objetos de origem duvidosa.

Uma pequena quantidade de entorpecentes também foi apreendida dentro da casa.

Pedras de crack também foram apreendidas durante a abordagem

FUZIL

Ainda durante a revista realizada no interior do imóvel, os policiais encontraram um fuzil calibre .762 e 50 munições intactas. A arma estava escondida embaixo de um colchão.

Diante da situação e do material apreendido, os dois homens que estavam na casa receberam voz de prisão.


PRESOS

Foram presos Leandro Edinei dos Santos, de 27 anos, morador em Fazenda Rio Grande, Fernando Olavo de Oliveira, de 34 anos, morador no bairro Boa Vista, em Curitiba e Jhonatan Fiatcoske, de 27 anos, dono do imóvel onde a ação conjunta aconteceu.

Foram presos Leandro Edinei dos Santos, morador em Fazenda Rio Grande, Fernando Olavo de Oliveira, morador em Curitiba e Jhonatan Fiatcoske, dono do imóvel onde a ação conjunta aconteceu

Durante o registro da ocorrência na delegacia da Polícia Civil de Ipanema, para onde o trio foi levado, os policiais constataram que contra Leandro e Fernando, haviam vários mandados de prisão em aberto. Os dois ficaram recolhidos na carceragem da unidade policial, a disposição da Justiça.

 

 


Colunistas