Logotipo

Grupo Amigos Protetores realiza Feira de Adoção de cães e gatos no sábado

18 de outubro de 2019

Feira acontece das 13h às 17h no Pet Shop Nutrimax. Adotantes devem ser maiores de 18 anos ou estar acompanhados dos responsáveis, munidos de documentos

Compartilhe

Campanha de arrecadação de ração para animais em lares temporários será feita no domingo

No sábado, 19, das 13h às 17h, a Organização Não-Governamental (ONG) Amigos Protetores realiza em Paranaguá uma Feira de Adoção de cães e gatos que foram abandonados nas ruas do município e acolhidos pela entidade e seus membros. Com o slogan "Adote um amigo - o amor não tem preço", o evento acontece no Pet Shop Nutrimax, na Rua Manoel Corrêa, 1791. O presidente e fundador da ONG, Gael Antunes, explica a importância das feiras de adoção e de que os tutores estejam conscientes de sua responsabilidade perante os animais adotados.

"A feira tem duas intenções: uma delas é mostrar o grande número de animais que são abandonados em Paranaguá e a outra é encontrar lares responsáveis aos animais que foram recolhidos das ruas em lar temporário", afirma o presidente Gael Antunes. Segundo ele, para adotar, o cidadão deve ser maior de 18 anos ou estar acompanhado dos pais, apresentar CPF, RG e comprovante de residência, e, "estar consciente de que animal não é brinquedo nem descartável, se comprometer com a castração (caso seja filhote) e a manter esse animal dentro do quintal a salvo e seguro", complementa.

ARRECADAÇÃO DE RAÇÃO

No domingo, 20, a Amigos Protetores realiza uma campanha de arrecadação de ração para animais em lares temporários, das 13h às 18h, no Muffato Max na Avenida Coronel José Lobo. Com o tema "Não deixe esta tigela ficar vazia", o evento solicitará aos cidadãos a doação de um quilo de ração para cães ou gatos. "São muitos animais abandonados pela cidade e conhecemos várias pessoas que se importam e tentam ajudar resgatando, tratando e depois colocando esses animais para adoção, tentamos ajudar de muitas formas e uma delas é com a alimentação. Não contamos com nada além da boa vontade das pessoas que gostam da causa animal, então sempre que podemos contar com a ajuda de voluntários que se dispõem a ficar uma tarde à disposição fazemos esses eventos de arrecadação. Tudo depois é doado, encaminhado a quem precisa", explica Gael.

De acordo com o presidente, há diversas pessoas em Paranaguá fazendo o trabalho de recolher animais nas ruas ou atender outros que são jogados em portões e quintais de residências. "Algo feito por seres medíocres que não têm capacidade de tentar doar esses animais, em sua maioria filhotes, que nasceram em suas casas. Para colaborar nesses eventos, basta ficar atento a nossa página no Facebook, sempre publicamos tudo que fazemos. Nessas ações nós não somente recebemos doações como também tiramos dúvidas sobre os mais diversos assuntos sobre a causa animal, incentivamos a procura por veterinários, explicamos sobre os benefícios da castração, a importância da vacinação, sobre vermífugos e qualquer assunto que possamos ajudar", complementa.

"Feira de Adoção tem duas intenções: uma delas é mostrar o grande número de animais que são abandonados em Paranaguá e a outra é encontrar lares responsáveis aos animais que foram recolhidos das ruas em lar temporário", afirma o presidente da ONG, Gael Antunes (Foto: Divulgação)

ADOÇÃO DEVE SER RESPONSÁVEL

"Talvez a maior importância de adotar um animal seja colaborar com a conscientização de que animal não é descartável nem brinquedo. Não basta ter a vontade de adotar se você não vai cuidar ou abandonar esse animalzinho na primeira dificuldade, pois ele faz suas necessidades fisiológicas, come, bebe água, tem vermes, fica doente de vez em quando, precisa de amor e atenção. Quem adota é um ser humano consciente e espalha essa semente", explica Gael Antunes. Segundo ele, infelizmente existem pessoas que adotam nas feiras, mas mentem nas entrevistas e acabam jogando o animal no quintal. "Não temos bola de cristal nem como impedir essas situações, mas contamos com a boa índole da natureza humana sempre, acreditando que quem vai até a feira é porque se importa com o próximo e com a causa animal", explica.

Segundo o presidente, casos de maus-tratos e abandono de animais podem ser denunciados à Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) de Paranaguá. "A Semma conta com uma equipe para fiscalizar, multar e resgatar animais em situação de risco nas ruas ou maus-tratos dentro de residências", explica.

COMO APOIAR A ONG

De acordo com Gael Antunes, uma forma de apoio dos cidadãos ao trabalho da Amigos Protetores é curtir a página do Facebook da ONG no link: https://www.facebook.com/amigosprotetores/ .  "É através dela que publicamos todas as nossas atividades. Sempre que temos ações voluntárias todos estão convidados a participar. Nas feiras precisamos de pessoas para cuidar dos animais, conversar com as pessoas, fazer as entrevistas, preencher cadastros, conferir a documentação e, principalmente, incentivar mais pessoas a ajudar a causa animal seja de que ONG ou associação ou protetor for. Todos são voluntários e ajudam quando podem e como podem. Aqueles que compartilham nossas publicações de adoção, solicitando remédios ou ração, já consideramos um grande apoio", finaliza o presidente.

 

 


Colunistas