Logotipo

Paróquia São João Batista

Por Padre Eliel de Oliveira Venâncio, pároco da Paróquia São João Batista.

Tempo de conversão

22 de março de 2019

Olá caríssimo leitor e caríssima leitora do Jornal Folha do Litoral News.

A você e a sua família, minha prece, para que Deus sempre vos abençoe!

Estamos vivendo o tempo da Quaresma na Liturgia da Igreja, tempo forte de oração, jejum e atenção aos necessitados, oferece a todo cristão a possibilidade de se preparar para a Páscoa fazendo um sério exame da própria vida, confrontando-se de maneira especial com a Palavra de Deus.

A Quaresma começa na Quarta-Feira de Cinzas e termina na tarde de quinta-feira santa, antes a Missa da Ceia do Senhor, que inicia o Tríduo Pascal. Ao longo deste período, sobretudo na liturgia do domingo, é feito um esforço para recuperar o ritmo e estilo de verdadeiros fiéis que pretendem viver como filhos de Deus.

A Igreja Católica propõe três grandes linhas de ação: a oração, a penitência e a caridade. Não somente durante a Quaresma, mas em todos os dias de sua vida, o cristão deve buscar o Reino de Deus, ou seja, lutar para que exista justiça, a paz e o amor em toda a humanidade.

Os cristãos devem então recolher-se para a reflexão para se aproximar de Deus. Esta busca inclui a oração, a penitência e a caridade, esta última como uma consequência da penitência.

Embora este seja um tempo de oração e penitência mais profundas, não deve ser um tempo de tristeza, ao contrário, pois a alma fica mais leve e feliz. O prazer é satisfação do corpo, mas a alegria é a satisfação da alma.

A verdadeira alegria brota da virtude, da graça; então, a Quaresma nos traz um tempo de paz, alegria e felicidade, porque chegamos mais perto de Deus.

Para isso podemos fazer uma confissão bem feita; o meio mais eficaz para se livrar do pecado. Não há graça maior do que ser perdoado por Deus, estar livre das misérias da alma e estar em paz com a consciência.

Outra boa prática que a Igreja nos recomenda durante a Quaresma é fazer o exercício da Via Sacra recordando e meditando a Paixão de Cristo e todo o seu sofrimento para nos salvar. Isto aumenta em nós o amor a Jesus e aos outros.

Assim podemos viver bem a Quaresma e participar bem da Páscoa do Senhor, enriquecendo a nossa alma com as suas graças extraordinárias; podendo ser melhor e viver melhor. Que o Senhor nos ajude a celebrar e vivenciar bem essa Quaresma!

Fotos

Compartilhe