Connect with us

Paraná Produtivo

Em alta

O indicador que acompanha o desempenho das vendas no varejo no Brasil subiu 1,7% em 2019

Publicado

em

O indicador que acompanha o desempenho das vendas no varejo no Brasil subiu 1,7% em 2019, de acordo com a Associação Comercial do Paraná. Já na avaliação mensal, o indicador caiu 2,5% em dezembro. Em relação ao mesmo mês de 2018, o varejo cresceu 0,8%. Apesar do resultado, as concessões de crédito com recursos livres aos consumidores vêm mantendo o ritmo, o que, somado ao nível controlado de preços e ao resgate dos recursos do FGTS, parecem suportar o crescimento do movimento do comércio nos últimos meses do ano, encerrando 2019 com a terceira alta anual consecutiva.

Outro indicador

O indicador da Serasa também apresentou aumento de 2% de janeiro a dezembro de 2019 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Essa expansão é menos intensa do que a observada em 2018, que foi de 3,3%. No ano passado, a expansão foi impulsionada pelo setor de veículos, motos e peças, que teve alta de 8,4%, e pelo segmento de material de construção, que mostrou acréscimo de 4,6%. Em dezembro e novembro, o indicador teve queda de 0,1%, enquanto na comparação com o mesmo mês do ano anterior o avanço foi de 3,9%, com destaque para o crescimento de 6,8% de tecidos, vestuário, calçados e acessórios, o que a Serasa relaciona com a maior renda disponível no período por causa do 13.º salário e da liberação do FGTS.

Mulheres empresárias

A Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil está em campo com uma pesquisa para traçar o perfil de empresas dirigidas por mulheres e que fazem parte do movimento associativista. O objetivo é conhecer características dos negócios, além de identificar desafios enfrentados pelas empreendedoras, participação e ascensão em cargos de lideranças em instituições de classe. A amostra será feita com mulheres empresárias e os pontos abordados são: características da empreendedora e do negócio; necessidades e desafios empresariais; necessidades e desafios pessoais; participação x protagonismo na sociedade; liderança de entidades de classe.

Para a China

A Klabin elevará os preços de celulose de fibra curta e longa para a China para os pedidos com entrega a partir de fevereiro. Os preços serão elevados em US$ 20 dólares a tonelada. A companhia trabalhava com expectativa de elevação de preços de celulose no início deste ano, depois de um período de vários meses em que os valores da commodity ficaram pressionados por estoques excessivos ao longo da cadeia. Em novembro, a empresa informou em reunião com investidores que espera que o mercado de celulose deve começar a se recuperar de maneira mais sólida no segundo trimestre deste ano.

Acordos da Klabin

A Klabin assinou acordos para associação com uma Timber Investment Management Organization para constituir uma sociedade de propósito específico, cujo objetivo principal será a exploração da atividade florestal no centro-sul do Paraná. A contribuição da Klabin para formação do patrimônio se dará através do aporte de cerca de 9 mil hectares de florestas plantadas. A Timo contribuirá com aporte de 11 mil hectares de florestas plantadas e 7 mil hectares de ativos em terras (área útil).

Tecpar modelo

A Incubadora do Instituto de Tecnologia do Paraná (Intec) atualizou o seu modelo de negócios e agora prevê que empresas do processo de incubação contribuam com uma taxa de retribuição sobre o faturamento bruto, a partir da sua sustentabilidade financeira. O edital do Tecpar prevê quatro níveis de maturidade à  empresa durante a incubação: implantação (estruturação da empresa), crescimento (expansão dos negócios), consolidação (início da sustentabilidade financeira) e liberação (com o aumento da fatia do mercado e posterior graduação da incubadora). A cada trimestre o grau de maturidade é avaliado.

Desde 1989

Criada em 1989 para estimular a geração e instalação de empresas de base tecnológica, a Intec foi a primeira incubadora do Paraná com este perfil e já deu suporte a mais de 100 negócios inovadores. Atualmente, seis empresas passam pelo programa, com desenvolvimento de tecnologias em diversas áreas: Compracam, Forrest Brasil Tecnologia, Toys for Boys – Chemistry Automotive, Bley Energias, IJP e Plantae. Hoje a incubadora oferece vagas para empresas de Curitiba, Araucária, Jacarezinho e para as cidades que compõem o Sistema Regional de Inovação do Norte Pioneiro: Santo Antônio da Platina, Bandeirantes, Andirá e Cambará.

Trigo mais caro

A ausência de vendedores no mercado de trigo tem impulsionado os preços internos do cereal. O patamar elevado do dólar também pesa, ao encarecer as importações. Segundo levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a oferta do trigo de qualidade – com PH 78 ou superior – é baixa e as cotações continuam elevadas mesmo com a demanda da indústria enfraquecida, já que os moinhos mantêm estoques que atendem, em média, dois meses.

Alta no Paraná

De com a Conab, até a primeira dezena de janeiro, o cereal importado da Argentina era negociado a R$ 993,08 por tonelada, enquanto o trigo brasileiro, no Paraná, estava em R$ 879,77 por tonelada. Para o Rio Grande do Sul, o trigo importado era cotado a R$ 963,56 por tonelada, contra R$ 804,03 por tonelada no Estado. Nesse cenário, entre 10 e 17 de janeiro, os preços do trigo no mercado de lotes subiram 0,7% do Rio Grande do Sul, 1,4% no Paraná, 2,6% em São Paulo e 5,3% em Santa Catarina. Na Argentina, o Ministério da Agroindústria registrou avanço de 9% no preço FOB, a US$ 230 por tonelada.

CNI preocupada

A Confederação Nacional da Indústria vê com preocupação o reajuste da tabela do frete estabelecido pela ANTT na última semana. Para a entidade, o piso mínimo agrava distorções no transporte de cargas e terá impacto direto nos preços dos produtores que chegam aos consumidores. O valor do frete sofreu reajuste que varia de 11% a 15%, de acordo com o tipo de carga e operação. "O resultado será o aumento da inflação, já que a política de preços mínimos trouxe distorções para a economia e a consolidação da tendência iniciada no ano passado de verticalização do transporte de cargas na indústria, por meio da compra de frota própria de caminhões", diz a nota.

Seguro rural

Desde 2 de janeiro, os produtores podem procurar os corretores, instituições financeiras, cooperativas e revendas para contratar as apólices de seguro no âmbito do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural. São 14 companhias seguradoras credenciadas no programa operando em todas as regiões do País e ofertando seguros rurais para mais de 60 culturas e atividades. Para 2020, está previsto R$ 1 bilhão para o programa, maior valor para subvenção desde sua criação. Com o objetivo de dar continuidade à promoção do seguro rural como principal instrumento mitigador de riscos climáticos, o Ministério da Agricultura vai debater com a área econômica do governo federal a meta de ampliar o orçamento do programa para R$ 1,5 bilhão no exercício de 2021.

Reclamação

O Brasil apresentou à Organização Mundial do Comércio uma petição contra subsídios oferecidos pelo governo indiano à produção de açúcar. O argumento é que esses incentivos provocam queda nos preços internacionais, o que ocasiona perdas de US$ 3 bilhões por ano para outros países exportadores do produto. A estimativa é que o Brasil amarga prejuízo entre US$ 1,2 bilhão e US$ 1,3 bilhão por ano, por conta do excesso de oferta. A Índia estabeleceu plano de exportação de 5 milhões de toneladas em 2018/19, e fornece subsídios que estão vinculados a desempenho exportador – algo que atropela as regras da OMC.

Gripe na Alemanha

Autoridades alemãs confirmaram um caso de gripe aviária H5N8 em uma ave selvagem em Brandemburgo. Não há pássaros envolvidos nas fazendas, informou o Ministério Federal da Agricultura. O Ministério da Saúde e Defesa do Consumidor acrescentou que o caso envolveu um ganso selvagem perto da fronteira com a Polônia. Uma série de surtos da doença, que no passado levou a grandes interrupções e programas de abate na indústria avícola da Europa foram relatados na Europa nas últimas semanas. Casos de gripe aviária surgiram em quatro países da Europa Central: Eslováquia, Polônia, Hungria e República Tcheca.

 

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.