Logotipo

Terremoto deixa nove mortos e dezenas de desaparecidos na Ilha de Hokkaido

06 de setembro de 2018

Tremor de magnitude 6,7 atingiu a ilha no norte do Japão

Compartilhe


O terremoto de magnitude 6,7 que atingiu, na quinta-feira (6), a ilha de Hokkaido, no norte do Japão, deixou nove mortos, de acordo com o premiê japonês. Autoridades afirmam que 366 pessoas ficaram feridas e 30 seguem desaparecidas, de acordo com balanço divulgado pela Associated Press nesta sexta (6).

O tremor, que atingiu a escala mais alta na escala de intensidade sísmica do Japão, acontece dois dias após o tufão Jebi, o mais poderoso a tocar terra no país em 25 anos, deixar 11 mortos e causar danos na região ocidental de Osaka.

O tremor provocou deslizamentos de terra, destruição de casas, a interrupção no fornecimento de energia elétrica para quase 3 milhões de domicílios.


Lama cobre carros em uma rua em Sapporo (Foto: Jiji Press / EPA)

Residentes locais fazem fila para carregar seus celulares em Sapporo. (Foto: Jiji Press / EPA)

O trabalho de resgate continua. (Foto: Asahi Shimbun)

Membros da Defesa Civil do Japão buscam sobreviventes em uma propriedade em Atsuma. (Foto: Kyodo / Reuters)

 

Círculo de Fogo do Pacífico

O Japão enfrenta uma série de adversidades climáticas nos últimos meses: como uma onda de calor com temperaturas recordes e fortes chuvas que deixaram centenas de mortos.

O país está localizado no “Círculo de Fogo do Pacífico”, uma das regiões mais propensas a tremores e atividade vulcânica do mundo. Nesta área são registrados cerca de 20 % dos terremotos de magnitude 6 ou mais no mundo.

Em 11 de março de 2011, um terremoto de magnitude 9, o mais poderoso já registrado no Japão, ocorreu sob o oceano na costa da cidade de Sendai, no norte do país. O tremor gerou um tsunami que devastou uma grande faixa da costa do Pacífico e matou quase 20 mil pessoas, segundo a Reuters.

Com informações do G1 e The Guardian

Colunistas