Logotipo

Palestra abre os trabalhos do ano das Voluntárias Cisne Branco Paranaguá

19 de abril de 2019

Diversas atividades serão desenvolvidas durante o ano todo e devem envolver tanto a família naval como a sociedade

Compartilhe

Para dar início aos trabalhos do ano, as Voluntárias Cisne Branco Paranaguá realizaram uma reunião no auditório da Capitania dos Portos do Paraná. Na oportunidade, foi realizada a palestra com o tema “Depressão e suas consequências”, ministrada pela Dra. Neiva Luciane da Cruz Jacinto, psicóloga cognitivo-comportamental.

Voluntária Cisne Branco Foz do Iguaçu, Neuza Miguens, coordenadora Voluntárias Cisne Branco Paranaguá, Renata Machado e psicóloga Dra. Neiva Luciane

A coordenadora das Voluntárias Cisne Branco Paranaguá, Renata Alves Casal Machado, destaca o cunho social do projeto, que é realizado em todo o País e vinculado à Marinha do Brasil. “Estamos realizando a abertura dos trabalhos do ano, em que realizamos atividades voltadas para a família naval, também com apoio de outros projetos que são agregados, e aberto também a pessoas que não são da família militar, mas têm interesse em prestar o serviço voluntário. Nós fazemos atividades de artesanato, visitas a instituições, colaboramos com as instituições que nos solicitam, dentre outros, e estamos sempre procurando ajudar com o voluntariado”, explica Renata, explicando que o trabalho está sendo retomado. “Estamos voltando com esse projeto, para contribuir com a sociedade de Paranaguá e com os habitantes que sempre nos recebem bem. Estamos de portas abertas, me coloco à disposição assim como todo o corpo feminino, pois temos como objetivo agregar mulheres que tenham o interesse em participar do projeto, sendo o principal critério ter a vontade de ajudar ao próximo”, completa.

A abertura foi realizada pelo capitão do Portos do Paraná, Capitão de Mar e Guerra, Rogério Machado. “É uma honra recebê-los e hoje estamos iniciando as atividades Cisne Branco Paranaguá 2019, momento em que recebemos as voluntárias do Cisne Branco Foz do Iguaçu, na pessoa da senhora Neuza Miguens e sua comitiva, e todos vieram de longe para nos apoiar na primeira atividade do ano. Assumi em janeiro e minha esposa Renata será coordenadora durante este período que ficarei à frente da Capitania”, disse o Capitão dos Portos agradecendo a presença de todos.  

A Voluntária Cisne Branco Foz do Iguaçu, Neuza Miguens, fez a entrega de um boton das voluntárias. “Hoje é um dia muito importante, um start das Voluntárias Cisne Branco de Paranaguá, e tenho a certeza de que a cada dia crescerá e muitas pessoas estarão vindo ajudar este bonito trabalho voluntariado. Tenho certeza de que a Renata que sua garra vai 'explodir' Paranaguá, no bom sentido. Estou muito feliz”, enfatizou Neuza.

A psicóloga cognitivo-comportamental, Dra. Neiva Luciane da Cruz Jacinto, que foi a palestrante do evento, enfatizou que a depressão é um tema que deve ser conversado por todos. “O tema principal foi a respeito da depressão. Enfocando desde a parte da infância como no geral, pois fui pontuando as fases. A depressão é um tema de muita relevância, que as pessoas devem se ater ao que está acontecendo, pois hoje está muito alarmante o número de casos que temos visto. São situações a que não podemos fechar os olhos. E essa iniciativa das Voluntárias Cisne Branco Paranaguá traz este tema tão importante para a nossa saúde, que deve ser física e mental”, enfatiza. 

Além da reativação do projeto, a atividade marca uma integração das Voluntárias Cisne Branco de Foz do Iguaçu com as de Paranaguá.

 

INSTITUCIONAL

O Departamento de Voluntariado do Abrigo do Marinheiro (AMN), denominado Voluntárias Cisne Branco (VCB), foi implantado à estrutura do AMN em 2008, a partir da iniciativa das esposas de militares da Marinha do Brasil. Sua finalidade é oferecer voluntários para as ações sociais desenvolvidas em prol da Família Naval.

Desde o início, o Departamento foi dividido em Seccionais que atuam em todo o País, gerenciando a mão de  obra voluntária e os recursos financeiros adquiridos através das doações. Hoje, são ao todo 10 Seccionais subordinadas à Diretoria Nacional.

 

 

Colunistas