Logotipo

Delegado da PCPR salva bebê desfalecido em Pontal do Paraná

10 de fevereiro de 2020

Salvamento aconteceu na madrugada do sábado, 8, na delegacia do balneário Ipanema. Criança se recuperou e passa bem (Foto: PCPR)

Compartilhe

Rodrigo Souza realizou a Manobra de Heimlich e desobstruiu vias aéreas superiores da criança

Na madrugada do sábado, 8, a Polícia Civil do Paraná (PCPR) socorreu um bebê de um ano de idade no balneário Ipanema, em Pontal do Paraná. O pai da criança entrou na Delegacia da PCPR na localidade com o bebê desfalecido em seus braços e pediu ajuda aos policiais civis, que, através da ação do delegado Rodrigo Souza conseguiram salvar a vítima.

"De forma imediata, o delegado da PCPR, Rodrigo Souza, pegou a criança e realizou o procedimento conhecido como Manobra de Heimlich – método pré-hospitalar de desobstrução das vias aéreas superiores por corpo estranho. Nesse momento o bebê cuspiu sangue e demais líquidos que o impediam de respirar. Após, os policiais civis levaram o bebê e seu pai até a Unidade de Pronto Atendimento de Pontal do Paraná para procedimentos hospitalares. A criança se recuperou e passa bem", informa a Assessoria da PCPR.

Segundo a Polícia Civil, até o momento a causa da asfixia é desconhecida. "A criança realizou uma série de exames e os pais aguardam o resultado para entender o que teria ocasionado a situação. Segundo relato deles, o bebê estava dormindo no berço, e por volta da meia-noite ouviram o filho gritar. Ao irem atender, a criança já estava desfalecida", explica a assessoria.

Segundo a PCPR, todos os policiais civis tem treinamento adequado para prestar esse tipo de atendimento emergencial, que deve ser executado de maneira rápida para que seja bem sucedida.   “Esse dia valeu todas as horas de estudo e os 10 anos de carreira na PCPR”, afirma o delegado Rodrigo Souza, que fazia plantão e prestou atendimento à família.

 

Com informações da PCPR

 


Colunistas