Connect with us

Instituto Histórico e Geográfico de Paranaguá

Igreja de São Benedito

Uma das igrejas mais bonitas da cidade de Paranaguá, a igreja de São Benedito, está localizada no centro histórico, no fim da rua Conselheiro Sinimbu.

Publicado

em

Uma das igrejas mais bonitas da cidade de Paranaguá, a igreja de São Benedito, está localizada no centro histórico, no fim da rua Conselheiro Sinimbu. A construção da igreja iniciou-se em 1784 e foi edificada no mesmo local, onde ficava a Igreja de Nossa Senhora das Mercês. O material utilizado para a construção foi reaproveitado da antiga Igreja da Ilha da Cotinga. De acordo com o livro “Espirais do tempo”, a irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos surge com existência efetiva em meados do século XVIII, congregando escravos e libertos que se reuniam na sacristia da igreja matriz – Nossa Senhora das Mercês. A devoção a São Benedito começou em fins do século XVII. Em 29 de dezembro de 1783 a Irmandade de São Benedito fez termo de ajuste com o mestre pedreiro Matias Gomes da Silva para se construísse a nova igreja, para tanto aproveitando o material existente e “suprisse o que mais fosse necessário”. Quando se iniciaram as obras da Igreja de São Benedito, Paranaguá contava com cerca de 5.000 habitantes, dos quais 20% eram escravos e 13% negros. Naquele contexto de Brasil Colônia, a devoção a São Benedito era popular entre escravos e libertos, e em seu louvor realizavam-se festas religiosas nas quais se mesclavam diversões profanas, remanescentes da cultura africana, sendo o conhecido auto popular das Congadas uma das festas mais representativas.

Por fim, mais extremamente importante, é mencionar a história de São Benedito, santo católico, que nasceu na Itália, no ano de 1524. Seus pais, Cristovão Manasceri e Diana Larcan, eram escravos oriundos da Etiópia. Desde criança, Benedito foi incentivado pelos pais a participar de todos os rituais católicos. Ainda muito jovem, trabalhando como pastor de ovelhas, já demonstrava vocação religiosa. Mais tarde, fez voto de obediência, castidade e pobreza e começou a viver com eremitas na região de Santa Dominica. Mudou duas vezes de morada e viveu por 17 anos na total solidão até se mudar para o convento franciscano de Santa Maria de Jesus. No convento foi escalado para ser cozinheiro, onde costumava esvaziar a dispensa  para doar alimentos aos pobres. No fim de sua vida, o frei Benedito era reconhecido como o padroeiro dos pobres. Benedito morreu aos 65 anos, no dia 4 de abril de 1589, em Palermo, na Itália. No entanto, só dois séculos depois foi canonizado pelo Vaticano. O processo começou em 1592, com o exame de 27 milagres e em 21 de maio de 1807 ele virou oficialmente São Benedito de Filadelfo.

Priscila Onório Figueira

Continuar lendo