conecte-se conosco

Infraestrutura

TCP inaugura obras de ampliação e Paranaguá passa a ter maior estrutura para contêineres do Brasil

As obras realizadas e inauguradas no TCP irão aumentar o potencial de operação em 66%, passando das atuais 1,5 milhão TEUs/ano para 2,5 milhões

Publicado

em

Governador Ratinho Júnior, junto ao grupo chinês CMPort e diretoria da TCP, inaugurou benfeitoria com investimento de R$ 550 milhões

Na tarde da quinta-feira, 10, a TCP, empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá, inaugurou obras de ampliação que aumentaram o potencial de operação em 60% do complexo logístico local, passando das atuais 1,5 mil unidades/ano para 2,5 mil. A solenidade contou com a presença do governador Carlos Massa Ratinho Júnior, de comitiva do portfólio da China Merchants Port Holding Company (CMPort), do prefeito Marcelo Roque, da diretoria da TCP, entre outras autoridades, bem como lideranças empresariais e membros da comunidade portuária.

[videoyoutube]koyXH0BF6wk[/videoyoutube]

As obras aumentam o potencial de operação em 66%, passando das atuais 1,5 milhão TEUs/ano para 2,5 milhões. É válido ressaltar que TEU é a medida equivalente a um contêiner de 20 pés. Ao todo, o investimento feito pela empresa foi de R$ 550 milhões, fazendo com que o terminal de contêineres paranaense seja considerado o maior do Brasil atualmente, garantindo capacidade para atendimento da demanda do mercado nacional para os próximos 30 anos. Além disso, o contrato prevê mais R$ 548 milhões em melhorias no complexo até 2048, com foco na modernização contínua dos equipamentos, em virtude da movimentação de 100 mil contêineres por mês na TCP, bem como em capacitação de pessoal, recursos tecnológicos, meio ambiente, segurança, entre outros itens.

Vista do evento que inaugurou as obras de expansão da TCP

De acordo com a TCP, as obras entregues incluem o novo berço 218, ampliando o cais de atracação de navios de 879 metros para 1.099 metros, com ampliação da retroárea de 330 mil metros quadrados para quase 500 mil. Além disso, o novo berço recebeu novos guindastes (portêineres) para movimentação de contêineres, duas estruturas chinesas consideradas as maiores do País em operação. Com as melhorias, o terminal passa a ter oito guindastes e pode operar navios de até 366 metros de comprimento sem restrições.

CRESCIMENTO INDUSTRIAL E DO SETOR LOGÍSTICO PARANAENSE

O governador Ratinho Júnior ressalta que as obras feitas pela TCP no Porto de Paranaguá foram o maior investimento portuário realizado atualmente no Brasil. "Isso alavanca o Porto a um patamar de maior terminal em movimentação de contêineres do Brasil. Isso amplia a capacidade do Porto de Paranaguá, fortalece a indústria do Paraná e do Brasil, que terão a oportunidade de exportar ainda mais pelo Porto, fortalecendo a economia brasileira. É uma conquista muito importante para o nosso Estado", destaca, ressaltando a importância de Paranaguá no cenário logístico da América Latina. "A administração dos Portos do Paraná é a primeira e única do Brasil com independência administrativa da ANTAQ e Ministério da Infraestrutura, uma gestão altamente eficiente que compete com os melhores portos do mundo", explica.

Governador Ratinho Junior destaca que obras do TCP são maior investimento portuário atual no Brasil no momento em que economia paranaense é a que mais cresce no País

"O setor industrial do Paraná cresceu nesses primeiros oito meses 6,5%, o maior crescimento do Brasil. Então, a partir do momento que a indústria cresce da forma pujante ela também precisa ter capacidade de escoamento, que é vender o produto produzido aqui para todo o mundo. Nosso agronegócio também precisa de um porto eficiente", explica Ratinho Júnior, ressaltando que a ampliação do Porto vem ao encontro desse crescimento industrial do Estado. "Temos o porto mais bem administrado do Brasil, automaticamente quem ganha é a geração de emprego no litoral e a indústria paranaense", completa o governador.

O diretor da TCP, Juarez Moraes e Silva, frisou a importância do Porto de Paranaguá, que é o segundo maior do Brasil em movimentação. "Tenho absoluta certeza de que temos o melhor porto do País. Comemoramos nesse dia a entrega da maior obra portuária do Brasil e a maior em infraestrutura do Paraná nos últimos anos. Isso não acontece por acaso, e sim porque a iniciativa privada acredita em um governo que funciona, porque boa parte dos investimentos precisam ser públicos. Quando se pensa em infraestrutura marítima e terrestre, com canal de navegação e as estradas de acesso, isso se refere a investimentos do governo, o que cabe aos privados é acreditar e investir em infraestrutura portuária que é basicamente cais, retroárea e equipamentos. Temos hoje o principal porto do Brasil em contêineres que é a TCP, crescendo 60% e vários segmentos do Porto também têm centenas de milhares de recursos em investimentos", explica, ressaltando que a cadeia produtiva acredita no Governo do Paraná com o maior crescimento do Brasil na indústria, sendo o complexo portuário o principal elo desta logística.

"A TCP é o primeiro terminal de contêineres na América Latina com investimento chinês, tenho certeza que virão ainda mais investimentos gerando emprego e renda", destaca o diretor da TCP, Juarez Moraes e Silva

"Este é um momento virtuoso para o Paraná que sinaliza ainda mais investimentos que virão, tanto da nossa parte quanto de outros setores da nossa economia. O Porto de Paranaguá é pujante e a economia passa por aqui", destaca o diretor da TCP. Segundo Moraes e Silva, os aportes realizados pela empresa Portos do Paraná em dragagem e nos canais de acesso são itens positivos. "Isso significa que os navios vão poder chegar e sair com mais carga e implica em mais produtividade e menor custo. O Porto se mede pelo período de tempo mais curto dos navios entrarem e saírem e pelos custos, a soma dos dois faz a competitividade e Paranaguá tem feito esta lição de casa com o Porto crescendo significativamente e refletindo na economia estadual", explica. De acordo com o diretor, nada impede o aumento de investimentos no terminal parnanguara e na costa brasileira. "TCP é o primeiro na América Latina com investimento chinês, tenho certeza de que virão ainda mais investimentos gerando emprego e renda", complementa Moraes e Silva.

Luiz Fernando Garcia da Silva, diretor-presidente da empresa Portos do Paraná, reafirma compromisso do Porto com desenvolvimento da sociedade local com novos investimentos

Luiz Fernando Garcia da Silva, diretor-presidente da empresa Portos do Paraná, destaca que a entrega da obra é o sucesso de um projeto de ampliação de cinco anos. "Para a população isso representa diretamente emprego e renda. Além de ofertar a logística, um dos nossos trabalhos é ofertar condições dignas de trabalho e renda para a população que nos abriga. Passamos a ter o maior terminal de contêineres do País, isso faz com que continuemos sendo atrativos para investimentos e os chineses enxergaram, entre todos os terminais do País, o Porto de Paranaguá como um dos mais atrativos para investir mais de U$ 1 bilhão", acrescenta. "Nos últimos cinco anos este foi o maior investimento. Foi um dos primeiros contratos renovados depois da nova Lei dos Portos em 2013 e o primeiro investimento a sair do papel", acrescenta o gestor.         

IMPORTÂNCIA PARA A CIDADE

O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, destacou que este momento é de consolidação em investimentos desta harmonia atual entre o setor público e privado. "Na semana em que o IBGE divulga que o Paraná teve um crescimento industrial em 2019 de 6,5%, o que significa um crescimento chinês, a nossa maior parceira no Porto, que é a CMPort anuncia a inauguração desta fantástica obra, gerando mais emprego e renda a Paranaguá", explica, ressaltando que no mesmo dia foi entregue o viaduto no KM-5 da BR-277 na entrada da cidade. "Anunciamos aqui que para o Porto de Paranaguá continue seu desenvolvimento o governo precisa continuar fazendo sua lição de casa, investindo em infraestrutura no modal rodoviário, incluindo os quilômetros iniciais do Anel de Integração, adequando a entrada da cidade com uma infraestrutura à altura do crescimento de Paranaguá e do Porto. Isso já está definido", explica, ressaltando que serão feitas outras obras.

Secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, destaca importância da parceria público-privada e investimentos realizados pelo Estado em Paranaguá

"No modal ferroviário demos início a uma discussão de dobrarmos a capacidade de carga desembarcada no Porto. Claro precisaremos ter uma infraestrutura por parte do Porto com ajustes, mas estamos debruçados na nova moega, com velocidade maior e dobrando o volume de carga ferroviária no complexo portuário", afirma Sandro Alex, ressaltando também a importância da nova rota de voos comerciais que inclui Paranaguá, a qual será iniciada no dia 22 de outubro. "Estamos investindo em todos os modais, ampliando a infraestrutura em todo o litoral, em especial em Paranaguá", frisa.

"A obra gerou 1,2 mil empregos diretos e indiretos, gerando agora também 250 empregos", destaca o prefeito Marcelo Roque, afirmando que a entrega foi um marco na história parnanguara

O prefeito Marcelo Roque destacou a importância logística da entrega das obras, bem como em prol do desenvolvimento do município, com geração de emprego e tributos ao município. "Foi um dia muito importante, um marco para Paranaguá. Fico feliz, pois nossa equipe técnica trabalhou muito para que isso pudesse acontecer na Secretaria Municipal de Urbanismo, bem como com envolvimento da TCP. A obra gerou 1,2 mil empregos diretos e indiretos, gerando agora também 250 empregos. É o que qualquer gestor público deseja. Estamos felizes pelo diálogo junto ao Governo do Estado que deixou hoje um viaduto inaugurado, bem como futuramente a Avenida Bento Rocha, um contexto que ajuda a cidade mãe do Paraná", explica. "A TCP é uma empresa importante não só para Paranaguá, como para o Brasil", finaliza Marcelo Roque.

GOVERNO FEDERAL RESSALTA PROTAGONISMO DE PARANAGUÁ

O diretor de Novas Outorgas e Políticas Regulatórias do Ministério da Infraestrutura, Fábio Lavor Teixeira, representando o secretário Nacional de Portos, Diego Piloni, destacou a importância do Porto de Paranaguá para o complexo portuário e economia brasileira. "Os investimentos feitos vão impactar diretamente na eficiência do Porto, com redução de custos e geração de emprego e renda para Paranaguá. O Porto terá um salto de qualidade no volume de movimentação e de custos, se tornando mais eficiente e competitivo", destaca. "Estamos estreitando cada vez mais esta relação econômica positiva com os chineses, eles estão olhando para o nosso País e para os Portos do Paraná de uma forma muito especial. Eles querem segurança regulatória, contratos bem feitos, querem ter a certeza de que poderão fazer seus investimentos e aferir seus lucros", afirma, ressaltando também que a Portos do Paraná é o primeiro e único terminal público a ter processo efetivado de delegação de competência, tendo independência na gestão do terminal.

O diretor de Novas Outorgas e Políticas Regulatórias do Ministério da Infraestrutura, Fábio Lavor Teixeira, destacou o protagonismo de Paranaguá no cenário logístico brasileiro

Mário Povia, diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), ressaltou que a parceria com a China no setor portuário é algo importante. "São investidores altamente seletivos, que pensam muito antes de entrar em negócios, então não escolheram por acaso a TCP, o Porto de Paranaguá e o Paraná, pois encontraram aqui condições objetivas e melhores que nos outros portos", frisa, destacando que o terminal paranaense é destaque na segurança jurídica aos investidores. "É importante destacar a questão geopolítica regional de onde o Porto de Paranaguá está hoje, algo frisado pelo governador, pois o Porto está quase no epicentro de uma série de indústrias e de grande parte do PIB não só do Brasil, mas da América do Sul. O vislumbrar é de crescimento e oportunidades. O Paraná hoje vem se repaginando de uma matriz agrícola para altamente industrial, fruto de gestões positivas, de um povo trabalhador e de uma cultura que favorece isso", explica.

Para Mário Povia, diretor-geral da ANTAQ, momento do Porto de Paranaguá e do Paraná é de crescimento e oportunidades

SEGURANÇA

O Capitão dos Portos do Paraná, Capitão de Mar e Guerra Rogerio Antunes Machado, destacou que esta ampliação é importante para a economia brasileira. "A Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) se sentiu muito honrada em participar deste evento, no qual é visto o desenvolvimento dos Portos do Paraná e do Brasil com a TCP, o maior terminal de contêineres do País, atuando aqui. A CPPR é a Marinha no litoral do Paraná e nossa atuação contribui para a segurança na navegação, prevenção à poluição hídrica e a salvaguarda da vida humana no mar. Para ter este cais funcionando, todos os requisitos foram cumpridos pela TCP e que continue trazendo progresso para o Paraná e para Paranaguá", afirma.

O Capitão dos Portos do Paraná, Capitão de Mar e Guerra Rogerio Antunes Machado, destacou que esta ampliação é importante para a economia brasileira

TCP

A TCP integra o portfólio da China Merchants Port Holding Company (CMPort) desde 2018, sendo este o maior e mais competitivo desenvolvedor, investidor e operador de portos públicos da China, com investimentos e operações em áreas costeiras de Hong Kong, Taiwan, Shenzhen, Ningbo, Shanghai, Qingdao, Tianjin, Dailian, Zhangzhou, Zhanjiang e Shantou. A CMPort está em uma fase de ampliação de sua presença também no sul asiático, na África, no Mediterrâneo, na Austrália e no Brasil, com a presença em Paranaguá.

Inauguração contou com presença de diversas autoridades, empresários e representantes de segmentos portuários

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.