Connect with us

Infraestrutura

IAP inicia instalação de trapiches flutuantes na Ilha do Mel

Segundo entidade, estruturas serão utilizadas enquanto trapiches fixos estão sendo revitalizados.

Publicado

em

Segundo entidade, estruturas serão utilizadas enquanto trapiches fixos estão sendo revitalizados

Reclamações contínuas em torno das condições precárias dos trapiches da Ilha do Mel, em Paranaguá, que são responsabilidade do Governo do Estado, através do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), são feitas por turistas e moradores na localidade. Entretanto, de acordo com o Estado, obras de reparos e melhorias das estruturas existentes em Encantadas e Nova Brasília, estão sendo feitas pela empresa Portos do Paraná e, enquanto não são entregues, trapiches flutuantes estão sendo instalados pelo IAP na localidade com foco na temporada de verão 2019-2020.

"O órgão já iniciou a instalação dos trapiches flutuantes em Brasília e Encantadas. Em breve poderá ser utilizado não só para atender a necessidades em razão da situação em que se encontra os outros trapiches, mas também para dar apoio na temporada de verão e enquanto estiverem sendo realizadas as obras dos novos trapiches pela APPA", afirma a assessoria do IAP. Nenhum prazo foi divulgado para conclusão dos novos trapiches e dos provisórios.

 "A contratação inclui o fornecimento de todo o material, mão de obra, equipamentos e ferramentas, além da destinação final dos materiais que não forem reaproveitados na obra", explica a assessoria do Governo do Estado. "As reformas fazem parte do compromisso assumido como uma das condicionantes do Ibama para a emissão da Licença de Instalação da dragagem de aprofundamento executada em 2017", explica a assessoria do Estado, destacando o compromisso firmado pela Portos do Paraná.

ESTRUTURA DOS NOVOS TRAPICHES

 

Trapiches flutuantes serão utilizados para atender demanda atual e para apoio na temporada de verão 2019-2020 

"O Governo do Estado exigiu o uso de melhor material para durabilidade e resistência das estruturas. Além disso, exigiu luminárias de led com baterias recarregadas por painéis fotovoltaicos; rampas com corrimãos para acessibilidade; que os trapiches de concreto sejam conectados a píeres flutuantes interligados por uma rampa articulada, que se movimente de acordo com o mar; lixeiras para separação correta de resíduos; bancos de espera; proteção lateral para segurança; e cobertura", explica a assessoria.

Segundo o governo estadual, os trapiches fazem parte de um conjunto de 14 estruturas que terão projetos custeados pela empresa Portos do Paraná, nove serão reformadas e cinco serão construídas. "Serão reformados os trapiches nas comunidades de Amparo, Europinha, Eufrasina, Ilha do Mel (Brasília e Encantadas), Ilha do Teixeira, Piaçaguera, Rocio e Vila Maciel. Novas estruturas serão construídas na Ilha dos Valadares (um no mar de fora e outro próximo à passarela), em Pontal do Sul (Vila dos Pescadores) e em Antonina (na Ponta da Pita e no Portinho)", explica a assessoria.

GESTÃO DA ILHA DO MEL

"A Ilha do Mel é considerada um Parque Estadual e uma Estação Ecológica, portanto, cabe ao órgão ambiental estadual, ou seja, o IAP, fazer a gestão, coordenação, manutenção e estabelecer políticas ambientais na área, visando à preservação da biodiversidade, educação ambiental, pesquisa científica e lazer consciente", finaliza a assessoria do IAP.

 

Com informações da AEN

 

 

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.