Connect with us

Infraestrutura

Governos Federal e Estadual assinam concessão do terminal da Klabin no Porto de Paranaguá

Empresa prevê investimentos de cerca de R$ 130 milhões até 2022 (Foto: Alberto Ruy / Klabin)

Publicado

em

A empresa Klabin, o Governo do Paraná e o Ministério da Infraestrutura assinaram na manhã de quinta-feira, 27, o contrato de arrendamento da área no Porto de Paranaguá para movimentação de celulose. A solenidade de assinatura foi realizada na sede administrativa da Portos do Paraná, com a presença de autoridades municipais, estaduais e federais.

"O terminal de celulose possivelmente será um dos três mais modernos do planeta”, afirmou o governador do Paraná, Ratinho Júnior

A Klabin venceu a licitação do armazém no Porto de Paranaguá em leilão realizado em agosto de 2019. A área arrematada compreende 27.530 m² pelo prazo de 25 anos. A empresa é a maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil e tem o Porto de Paranaguá, como sua principal rota de escoamento de produção no Estado.

Autonomia do Paraná agiliza arrendamentos de áreas portuárias.(Foto: José Fernando Ogura/AEN)

Para o Governo do Paraná, o investimento privado é bastante significativo para a economia e desenvolvimento do Estado.

“A Klabin é muito importante para o Estado, o terminal de celulose possivelmente será um dos três mais modernos do planeta e isso irá atrair novos empregos, maior capacidade de carga da fábrica da Klabin até o porto de Paranaguá. Além disso, atrai novos investimentos. O porto vai passar por uma nova rodada de concessão de espaços para atrair novas empresas, então quando a Klabin, que é uma referência em celulose, faz um investimento desses colabora para que outras empresas também invistam no porto, que é considerado hoje um dos mais eficientes do Brasil”, afirmou o governador do Paraná, Ratinho Júnior.

Ele afirmou ainda que a gestão descentralizada contribui para que esses investimentos sejam efetivados. “Isso fez com que o porto de Paranaguá fosse mais ágil no sentido da prestação de serviço para o seu cliente, que cobra eficiência e logística”, observou o governador do Paraná.

Ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, destacou que a intenção é arrendar mais áreas portuárias

O ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, declarou que a intenção do Governo Federal é arrendar mais áreas portuárias neste ano, o que tende a trazer mais benefícios. “Tivemos no ano passado o maior volume de investimentos contratados da nossa história, em função da quantidade de arrendamentos portuários que fizemos. Em 2020, faremos ainda mais leilões do que fizemos em 2019. Esses novos arrendatários trazem cada vez mais investimentos, tecnologia, e a gente começa a ter uma operação portuária que vai nos deixar próximos de um País de primeiro mundo”, enfatizou o ministro.

Operação da Klabin em Paranaguá

Desde 2016, a Klabin mantém uma Unidade de Logística de Papel e Celulose no Porto de Paranaguá, projetado para atender a produção da Unidade Puma, fábrica da companhia localizada em Ortigueira (PR).

“Esse armazém estabelece uma condição de competitividade muito importante para a exportação para mais de 100 países”, disse o diretor de Planejamento Operacional, Logística e Suprimentos da Klabin, Sandro Ávila

O diretor de Planejamento Operacional, Logística e Suprimentos da Klabin, Sandro Ávila, destacou que o terminal traz a condição ideal para a embarcação de grandes volumes.

“Começamos esse projeto em 2012, quando começamos a desenhar o plano de expansão do primeiro ciclo da companhia com a fábrica no município de Ortigueira. E chega em um momento oportuno, quando estamos na segunda fase de expansão com mais de um milhão de toneladas, esse armazém estabelece uma condição de competitividade muito importante para a exportação para mais de 100 países”, disse Ávila.

De acordo com o diretor, o terminal da Klabin, localizado em Paranaguá, a 5 km do Porto, tem apresentado bom desempenho. “Temos atingido índices de produtividade bem importantes quase de padrão global. E somando-se a essa solução logística anterior trará uma produtividade muito importante, acima de 10% nos índices, significa o tempo que a gente opera da fábrica até o navio”, avaliou Ávila.

Os investimentos de R$ 130 milhões serão aplicados a partir do mês de julho para construção do armazém, acesso ferroviário, sistemas de segurança e tecnologia, além de gerar empregos. “Hoje, a Klabin já tem na nossa condição logística atual mais de 150 empregos diretos e esse armazém duplica, pois tem a mesma capacidade, na fase de construção ainda mais. A fase de construção está prevista em 18 meses. Nossa estimativa é começar a operar o terminal em janeiro de 2022 e, durante a obra, estimamos de 400 a 500 empregos”, informou Ávila.

Nova etapa para o Porto de Paranaguá

Para o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, o momento marca uma nova etapa

O diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, lembrou que depois de quase 20 anos foi possível voltar a assinar contratos de arrendamentos. “Se tudo ocorrer bem até o fim do ano que vem teremos cinco contratos firmados, gerando novos investimento, novas cargas, maior produtividade, maior atração de empego e renda para a população. Como empresa pública, nós não podemos operar nada de carga, temos que arrendar para uma empresa privada”, declarou Garcia.

Atualmente, há cinco áreas que aguardam licitação. Na semana passada, houve a qualificação de um terminal de líquidos, além de um terminal de veículos e um de carga geral. A expectativa é que esses três sejam os próximos licitados.

O prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque, acredita que os investimentos devem trazer emprego aos munícipes

Um dos maiores benefícios na visão do prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque, com a implantação do terminal, é a geração de empregos para a população. “É isso que nós queremos, tem dado muito certo essa parceria do Governo do Estado, do porto e do município, trabalhando em conjunto e quem ganha com isso é a população. Ficamos muito felizes dessas empresas se instalarem aqui e gerarem empregos para Paranaguá”, frisou.

[videoyoutube]yzhnIk0E1e4[/videoyoutube]

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.