conecte-se conosco

Infraestrutura

DER-PR requer licença prévia para construção da ponte de Guaratuba

“O DER/PR entende que a ponte é uma demanda histórica da população local e dos visitantes que frequentam o litoral, e está atuando para atender essa demanda com o máximo de prontidão possível”, ressalta a assessoria (Foto: AEN)

Publicado

em

Estágio atual é de tratativas relacionadas ao licenciamento ambiental e elaboração do projeto executivo

A construção da ponte de Guaratuba é uma demanda histórica não só do município em questão, como também do litoral do Paraná. Com milhões de turistas anualmente se dirigindo à cidade, o principal acesso de Guaratuba é através do ferry boat, o que por vezes ocasiona filas de veículos devido à demanda reprimida, principalmente no final de ano e em feriados. Com isso, a necessidade de uma ponte é ainda maior, algo que, segundo o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), está sendo um dos objetivos do Governo do Estado na região, com licença prévia requerida pelo departamento junto ao Instituto Água e Terra do Paraná para implantação da Ponte de Guaratuba e acessos nas rodovias da PR-412.

Segundo o DER, atualmente estão sendo verificadas questões relativas ao licenciamento ambiental necessário para a realização da obra. "No momento está em tratativa a elaboração do projeto executivo de engenharia desta obra de arte especial. Os prazos quanto à execução da obra em si serão definidos no projeto, que inclui a realização de vários estudos", explica a assessoria.

Demanda histórica

"O DER-PR entende que a ponte é uma demanda histórica da população local e dos visitantes que frequentam o litoral, e está atuando para atender essa demanda com a máxima prontidão possível", afirma a assessoria. Ainda segundo o departamento, a construção da obra beneficiará o tráfego em todo o litoral. "A ponte oferecerá uma opção mais ágil de travessia entre Guaratuba e Caiobá, melhorando, por consequência, o acesso de turistas e criando novas oportunidades para a logística do transporte de cargas no litoral", complementa.

Novo edital do ferryboat

Outro foco do DER-PR é a nova concessão do ferryboat que faz a travessia entre Guaratuba e Caiobá (Matinhos). Renovado por mais um ano em abril de 2019, atualmente o contrato vigente estipula que o serviço deve continuar a ser gerido pela Concessionária Travessia de Guaratuba, algo que, segundo o DER-PR, está vigente por mais um ano, ou seja, no primeiro semestre de 2020 a contratação da empresa que já opera será renovada ou um novo ente privado irá atuar no serviço de transporte marítimo de veículos em questão.

"O novo edital prevê um prazo de concessão de 10 anos e incluirá cláusulas que levam em conta a possibilidade da construção da ponte de Guaratuba", informa o DER-PR. Além disso, a nova licitação deverá incluir inovações tecnológicas que, segundo o Estado, irão melhorar a segurança e o conforto tanto dos usuários quanto dos funcionários da travessia. "Além de prever melhorias ambientais e novas oportunidades comerciais, entre outras", finaliza o departamento.

Continuar lendo
Publicidade

Em alta