conecte-se conosco

Gotas de Amor

Perdão

São nações em lutas fratricidas, entre si ou com outras, motivadas pelo ódio, pela ideologia…

Publicado

em

Perdão. Palavra tão simples, até mesmo de significado. O ato de perdoar é cancelar o efeito de uma ofensa (moral, física, material, espiritual), como se a mesma não tivesse acontecido, concedida pelo ofendido ao ofensor.  Parece tão simples, pois, em tese importa apenas em pedir e conceder, como manifestação individual de vontade, que abstrai o sentimento. Mas, para o cristão, é muito mais do que isso, na verdade, o perdão é ato de fé, é ato de sacrifício de amor. A humanidade, de modo geral, carrega hoje em si um sentimento de desamor, de falta de perdão. São nações em lutas fratricidas, entre si ou com outras, motivadas pelo ódio, pela ideologia, pela cobiça, frutos de séculos de incompreensão, na verdade fruto de séculos sem perdão pelas ofensas do passado. Isso consome as almas das pessoas, pois a tristeza, a dor, o sofrimento, as perdas irreparáveis são as consequências naturais dessa falta de perdão.

Hoje, muitas famílias estão em desarmonia, pois a incompreensão quanto às atitudes uns dos outros gera a falta de perdão. Por não perdoarem-se, estabelecem o conflito, que só tende a crescer, o que traz, em seu bojo, tristeza, sofrimento, dor, perdas irreparáveis. E tudo isso, porque não entenderam a mensagem do perdão.      A palavra de DEUS assim diz em Lucas 23:43: “E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que ainda hoje estarás comigo no paraíso”. Jesus, nesse momento, estava perdoando um malfeitor, um criminoso que, ao lado dele, estava sendo crucificado também. Pouco tempo antes, já na cruz, Jesus assim se pronunciou: “E dizia Jesus: Pai perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem……..” (Lucas 23:34).

É preciso que os homens compreendam o significado da morte de Jesus na Cruz. Jesus, como Filho de DEUS, se deu em sacrifício na cruz por amor a nós, redimindo-nos de todo o pecado, revelando o imenso amor de DEUS pela humanidade. Naquele madeiro, na agonia da morte do corpo, mostrando todo seu amor, na verdade Jesus nos concedia o perdão. Jesus, como em algumas ocasiões, poderia simplesmente nos dizer – estás perdoado, pois é O Filho de DEUS. Mas Ele não queria simplesmente conceder o perdão, Ele queria muito mais, Ele queria nos mostrar que o perdão é um ato de sacrifício, mas sacrifício de amor. Por amor, para que fossemos perdoados, Ele morreu na cruz. Perdão, não é apenas um simples ato de vontade, é gesto de amor. Quem sabe, meu irmão, o vosso sofrimento não é fruto de uma ofensa enraizada em seu coração, seja pelo cometimento, seja por tê-la sofrido. Mas há, ainda, esperança. Pedir, ou conceder perdão, como gesto de amor, com certeza te levará ao paraíso. 

1.ª Igreja do Evangelho Quadrangular

Rua Maneco Viana, 418 – Raia – Paranaguá

www.quadrangularparanagua.com.br  

Continuar lendo
Publicidade

Em alta