conecte-se conosco

Fábio Campana

Richa x Requião

Um pega interessante na eleição deste ano será entre Requião e Beto Richa, ambos candidatos a Senado, desafetos há muitos anos, que já estão a trocar farpas pesadas.

Publicado

em

Um pega interessante na eleição deste ano será entre Requião e Beto Richa, ambos candidatos a Senado, desafetos há muitos anos, que já estão a trocar farpas pesadas. Requião surfou na delação premiada de Nelson Leal, ex-diretor do DER, que pôs Richa em maus lençóis. Beto rebateu: desafiou Requião para um debate público para comparar os governos dos dois. E Richa garante que Requião tem a ficha mais suja que já se viu nesta área do planeta. Começa por lembrar que o irmão de Requião, Eduardo, ex-superintendente do Porto de Paranaguá, foi pego com uma fortuna em dólares no funcho falso de um guarda-roupa.
Nessa pendenga os dois saem ganhando eleitoralmente, dizem os analistas. Vão acabar polarizando o debate para o Senado e de prêmio levarão as duas vagas disponíveis. Ou seja, os dois provavelmente vão se eleger, mas com a biografia no lixo da história. 

O cerco a Gleisi se fecha

O cerco à senadora Gleisi Hoffmann, presidente do PT, está se fechando. A Polícia Federal concluiu que foram encontradas evidências de que ela recebeu R$ 885 mil de um esquema de corrupção alvo da Lava Jato. No relatório final do caso, enviado ao ministro Dias Toffoli, do STF, a PF elenca cinco repasses que teriam sido recebidos por Gleisi e que podem ser enquadrados como crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. 

Por Guilherme Gonçalves

Todos, segundo a PF, foram efetuados por meio do escritório do advogado Guilherme Gonçalves, que atuou para a senadora e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo.

No Cantuquiriguaçu

Hoje, o candidato ao governo do Paraná, Osmar Dias, participa de reunião com prefeitos e lideranças da Associação dos Municípios de Cantuquiriguaçu. Será no auditório do Centro Cultural de Virmond. A entidade reúne 20 municípios do Médio Centro Oeste do Paraná. O nome Cantuquiriguaçu foi escolhido porque os municípios associados se localizam nos vales dos rios Cantu, Piquiri e Iguaçu.

Em Foz

Osmar também vai a Foz do Iguaçu. Lá participará de reunião com prefeitos e lideranças da região Oeste na sede do PDT de Foz. No sábado, Osmar Dias participa do Encontro do PPL do Paraná, em Cascavel. 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta