conecte-se conosco

Eventos

Kátia Muniz lança seu primeiro livro de crônicas: ‘Gavetas não sabem ler’ 

Kátia Muniz com a presidente do Conselho da Mulher Executiva da Aciap, Jacqueline Guimbala.

Publicado

em

A escritora Kátia Muniz lança, oficialmente, na noite de terça-feira, 26, às 19h30, no auditório da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Paranaguá (Aciap), seu primeiro livro: “Gavetas não sabem ler”. 
O evento é uma promoção do Conselho da Mulher Executiva da Aciap, sendo aberto a todos os leitores da escritora e também àqueles que queiram conhecer o trabalho da autora.
“A expectativa é grande, pois, nestes últimos 30 dias, fui muito bem recebida por toda a imprensa local, que me acolheu de braços e portas abertas com carinho e respeito muito grande. São crônicas que já foram publicadas em jornal, elas são do período de 2011 a 2018, e não são datadas, então você pode ler a qualquer tempo, pois estarão atualizadas e possuem temática variada, pois falo de amizades, amor, relações humanas. Cronista trabalha muito com datas e tem textos relacionados ao Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia dos Namorados, impressões pessoais de filmes, ou seja, um trabalho de oito anos que está reunido em oitenta crônicas”, destaca Kátia Muniz enfatizando que o livro foi feito com muito amor e dedicação. 
O livro tem a coordenação editorial do escritor Franco Rovedo, prefácio de Beto Pacheco e a foto de capa do fotógrafo André Alexandre. 
A escritora também comenta como surgiu o título da obra. “Foi Beto Pacheco que deu o pontapé inicial em tudo. Foi ele quem me incentivou a publicar os textos, tanto que o título Gavetas não sabem ler, remete lá atrás quando conversava com Beto, ele dizia que textos não devem ficar engavetados. Os textos precisam ganhar alforria, sair para apreciação dos leitores”, completa.  
A presidente do Conselho da Mulher Executiva da Aciap, Jacqueline Guimbala, destaca que a noite festiva vem ao encontro das atividades desenvolvidas pela entidade. “Agradeço especialmente ao nosso presidente, Eloir Martins, que sempre apoia, incentiva e colabora com as atividades do Conselho da Mulher Executiva, demonstrando sempre a preocupação em valorizar a mulher empresária em todos os seus setores de atuação. O Conselho da Mulher Executiva da Aciap tem por objetivos enaltecer, valorizar, incentivar e ajudar na capacitação e preparação da mulher que quer empreender, que atua na sociedade para construir o progresso econômico, social e cultural da nossa região. Ficamos muito felizes pois nos reuniremos em torno de um propósito cultural, literário, agradecendo a nossa escritora Kátia Muniz, que escolheu a casa do empresário, ACIAP, para lançar seu primeiro livro, Gavetas não sabem ler. A noite de autógrafos será o momento de nos abraçarmos para mostrar que a mulher pode realizar o que ela sonha! Transitamos em vários setores com facilidade e maestria, porque nossa dedicação sempre é permeada de sentimentos, e isto nos leva sempre ao sucesso. Kátia é uma mulher de fibra, corajosa, acreditou e realizou. Assim somos nós, mulheres! A alegria foi contagiante durante todo o processo. E tomados pelo espírito natalino, temos o prazer de fazer parte deste lançamento em que a escritora Kátia Muniz, presenteia nossa cidade com o enriquecimento da cultura, da literatura pelas mãos e o olhar feminino. Contribuímos com a história da nossa cidade, reafirmando que temos talentos que levam Paranaguá aos anais da eternidade,  como berço da cultura do Paraná”, enfatiza Jacqueline. 

A OBRA

A escritora conta que começou a pensar no livro no final de 2018, mas foi no início deste ano que tudo se concretizou. A obra possui 80 crônicas que tratam de temas como amizade, impressões sobre filmes, reflexões, relações humanas e amor. Os interessados podem adquirir diretamente com a escritora através do e-mail: [email protected], da página do Facebook: www.facebook.com/katiamunizautora ou do WhatsApp (41) 99676-3006.

AUTORA

Kátia Muniz é formada em Letras e pós-graduada em Produção de Textos, pela Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de Paranaguá (hoje, UNESPAR). Foi colaboradora do Jornal Diário do Comércio por sete anos, com uma coluna quinzenal de crônicas. Nos anos de 2014, 2015 e 2016 foi premiada em concursos literários realizados na cidade de Paranaguá. Em outubro de 2018, foi homenageada pelo Rotary Club de Paranaguá Rocio pela contribuição cultural na criação de crônicas. No dia 15 de novembro de 2018, a cronista passou a assinar, quinzenalmente, às quintas-feiras, uma coluna de crônicas no Jornal Folha do Litoral News. 

[videoyoutube]GMsbzDcew0k[/videoyoutube]

 

 

Continuar lendo
Publicidade