Logotipo

Festival em Morretes tem menus exclusivos elaborados com ingredientes regionais

08 de agosto de 2019

A 2.ª edição do Morretes Chef 2019 conta com 10 restaurantes participantes

Compartilhe

A 2.ª edição do Morretes Chef já começou e traz ao município litorâneo chefs renomados de Curitiba que pensaram em menus exclusivos a um preço fixo. A iniciativa é da Morretes Convention Bureau, com curadoria do chef Celso Freire e participação de 10 restaurantes. O festival acontece em todo o mês de agosto e é uma oportunidade para a população do litoral e visitantes conhecerem novas preparações com ingredientes típicos da região.

São mais de 1.500 agricultores familiares orgânicos envolvidos na elaboração e entrega das caixas com ingredientes para serem utilizados nas criações dos 10 chefs convidados.

Foram convidados para participar nesta edição a chef Kika Mader (Selt Et Sucre), Gabriela Carvalho (Quintana), Vitor Verona e Felipe Machoski (Officina Restô Bar), Marcelo Amaral (Lagundri); Igor Marquesini (Restaurante Igor); Fernando Matsushita (Peruano); Giovana Smolka e Guilherme Ceschim (Biewit), Renata Abreu (Palazzo Lumini), Lucas Cintra (A Ostra Bêbada) e Dudu Sperandio (Ernesto).

O público pode fazer uma refeição, com entrada, prato principal e café expresso, pelo valor de R$ 53 em um dos restaurantes históricos participantes.

“A 2.ª edição do Morretes Chef veio ainda maior e mais transformadora. Vamos movimentar a cidade com ações durante todo o mês, com programação cultural e gastronômica para todas as idades. O evento do ano passado foi um sucesso, recebemos mais de 40 mil pessoas durante o festival e a expectativa é dobrar este público na nova edição”, relatou o curador, o chef Celso Freire.

AULA-SHOW

O festival também conta com uma aula-show que acontece em um palco gastronômico móvel instalado em um caminhão. A iniciativa partiu da Universidade Positivo, que transformou um caminhão em uma cozinha altamente tecnológica que será o palco de aulas gratuitas para o público sempre aos sábados e domingos, às 14h30, com um chef diferente a cada fim de semana. As aulas serão gratuitas, com uma degustação ao final.

Um espaço na Galeria Mirtilo Trombini vai oferecer aos envolvidos um retrato do passado de Morretes e também de redescoberta por meio de exposição fotográfica, palestras, cursos de artesanato local e degustações durante todo o festival. O espaço funciona das 14h às 17h, todos os fins de semana.

Colunistas