conecte-se conosco

Natal 2021

Música como alimento da alma: canções natalinas despertam os sentimentos de paz e união

Publicado

em

Chega o mês de dezembro e lá estão elas: as músicas de Natal. Escolas, igrejas e grupos musicais reúnem seus grupos para preparar apresentações, cantatas e corais para marcar essa época do ano. A regente de coral e professora de piano em Paranaguá, Marilia Cavallari, acredita que a música pode alimentar a alma.

“São ‘nutrientes’ que ficam em nossa mente e coração e que podem ser evocados a qualquer tempo. Quando a pessoa está triste, ou mesmo alegre, sempre terá uma canção, uma melodia para cantar que preencha aquela lacuna. Um bom exemplo é o do compositor Beethoven, que em determinado tempo de sua vida perdeu a audição. Porém, com a música com que foi alimentado a vida toda, continuou compondo, porque tinha um estoque de sons em sua memória e em seu coração!”, disse Marilia.

Professora de piano, Marilia destacou como canções são necessárias

“Suas letras podem colocar ou tirar alguém de um momento de depressão e angústia. A música acalma, liberta, agita, traz paz, emociona. Seja ela cantada ou mesmo instrumental, cada um perceberá e receberá de um jeito este ‘toque’, mas ele acontecerá, com certeza”, frisou Marilia.

Mensagem

As canções natalinas, em especial, reforçam a verdadeira comemoração da data. “A principal mensagem das músicas natalinas precisa ser o nascimento de Jesus Cristo. Infelizmente, muitos colocam todas as glórias para o Papai Noel, mas Natal é Cristo vivendo em nossos corações, é vivermos o que Ele nos ensinou e pregou: amor, igualdade, respeito e união. Natal é lembrarmos da criança que veio ao mundo para nos trazer luz, paz, redenção e salvação”, ressaltou Marilia.

Sentimentos que, segundo ela, precisam ser mais difundidos. “Em um momento em que as pessoas são egoístas e buscam seus próprios interesses, onde estamos mais isolados do que nunca (mesmo tendo uma rede com milhares de ‘amigos’), canções que falam de paz, da família reunida em volta da mesa, de gratidão e de união são importantes, porque trazem à memória recordações de infância e sentimentos bons que afloram e nos fazem melhores”, afirmou Marilia.

“Assim como na música “Natal Todo Dia”, do Roupa Nova: Se a gente é capaz de espalhar alegria/ Se a gente é capaz de toda essa magia/Eu tenho certeza que a gente podia/Fazer com que fosse Natal todo dia/Um jeito mais manso de ser e falar/Mais calma, mais tempo pra gente se dar/Me diz porque só no Natal é assim/Que bom se ele nunca tivesse mais fim”, completou a professora.