Logotipo

Tenente-coronel destaca redução de 30% de furtos no litoral na temporada

25 de janeiro de 2020

"Nós da Comunicação Social da PMPR temos um imenso prazer de trabalhar junto com a Folha do Litoral News e os órgãos de imprensa, pois são vocês que levam o trabalho que nós fazemos", ressalta o tenente-coronel Garrett

Compartilhe

Waldick Alan de Almeida Garrett frisou que a PM atendeu mais de 7,2 mil ocorrências na operação Verão

Na última semana, o tenente-coronel Waldick Alan de Almeida Garrett, chefe da 5.ª Seção do Estado Maior da Polícia Militar do Paraná (PMPR), visitou a Folha do Litoral News, onde fez um balanço da Operação Verão Maior 2019-2020, abrangendo a temporada de verão vigente no litoral do Paraná. Garrett registrou números positivos na segurança pública da região, como a redução de 30% no número de furtos em comparação à temporada passada, dezenas de cumprimentos de mandado de prisão, bem como salientou a importância da relação positiva com a imprensa e com a sociedade como forma de reforçar o papel do policial militar como amigo e aliado do cidadão e da comunidade. Confira a entrevista:


Folha do Litoral News: Qual o balanço que o senhor faz até agora da Operação Verão Maior no litoral do Paraná?

Garrett: A atuação da Polícia Militar é com foco em trazer tranquilidade às famílias de moradores e veranistas que estão no litoral. Durante a operação Verão Paraná tivemos uma redução de 30% nos furtos em toda a faixa litorânea, além disso, houve a distribuição de 40 mil pulseirinhas de identificação às crianças na região. Tivemos também o total de 13 armas apreendidas desde o início da operação, assim como 73 cumprimentos de mandados de prisão e de busca e apreensão. A PMPR atendeu o total de 7,2 mil ocorrências atendidas nesta temporada de verão.

 

Folha do Litoral News: Com relação às apreensões de mandado de prisão e busca e apreensão, qual a importância deste número em prol da segurança pública local?

Garrett: A ideia da Polícia Militar é massificar o policiamento de todas as formas possíveis, fazer as abordagens sempre tratando o cidadão com o máximo respeito, mas sempre fazendo de forma eficiente. Se o cidadão estiver passando de carro no local ou tarde da noite passeando e for abordado, siga aquilo que o policial militar determinar, a ideia não é marginalizar quem está à noite passeando, mas simplesmente fazer uma abordagem. Caso a pessoa esteja armada ou cometendo qualquer tipo de crime, a PMPR tira de circulação este indivíduo dando mais proteção às pessoas que estão tendo seu momento de lazer no litoral.

 

Folha do Litoral News: Qual a importância da integração entre forças de segurança, entre elas a PMPR, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, entre outras, algo que acontece no litoral?

Garrett: Atuamos não somente em conjunto com as forças policiais, como também em conjunto com o Ministério Público e com o Poder Judiciário, temos uma relação muito boa com eles, principalmente quando acontecem crimes e fazemos os termos circunstanciados e já temos a rápida ação da Justiça. Isso tem funcionado muito bem. O resultado desta união é trazer mais tranquilidade aos moradores e turistas que estão no litoral.

 

Folha do Litoral News: A PMPR preza por uma relação mais próxima com a sociedade e com a imprensa para noticiar as ações constantes da Polícia. Qual é a importância disso para a segurança pública local?

Garrett: Nós, da Comunicação Social da PMPR, temos um imenso prazer de trabalhar junto com a Folha do Litoral News e os órgãos de imprensa, pois são vocês que levam o trabalho que nós fazemos. De nada adianta nós trabalharmos 24 horas sendo que isso não é divulgado, as pessoas não tomam conhecimento dos trabalhos desenvolvidos. Com a divulgação da imprensa isso é resolvido em 100%.

 

"A atuação da Polícia Militar é com foco em trazer tranquilidade às famílias de moradores e veranistas que estão no litoral", ressaltao  tenente-coronel Garrett

 

Folha do Litoral News: Qual a importância do trabalho da Patrulha Costeira da PMPR, que, por exemplo, no fim de semana passado prendeu um indivíduo acusado de roubo seguido de morte na Ilha de Superagui em Guaraqueçaba?

Garrett: A Patrulha Costeira atua em todo o litoral. Além disso, o BPMOA atua da mesma forma, resgatando pessoas feridas, mas também atuando como Polícia. Todos que estão aqui na Operação Verão tem o objetivo de trazer tranquilidade da forma que for, salvando vidas, ou prendendo, abordando e orientando. O principal objetivo é orientar, pois este é um momento de descontração de todo mundo, algo que estamos fazendo de forma bastante eficiente.

 

Folha do Litoral News: Com relação à poluição sonora de aparelhos de som nas praias e casas do litoral, qual a importância da orientação da PMPR para que este tipo de crime não ocorra?

Garrett: A orientação para que não ocorra a poluição sonora é algo que tem funcionado bem. As pessoas precisam entender que quando vem para o litoral e querem fazer a festa é ótimo, não há problema nenhum, mas é necessário respeitar os cidadãos que estão em volta. Ligue seu som, mas fique no âmbito de residência em volume adequado. Na faixa de areia das praias isso não é apropriado, mas se for levar o aparelho sonoro que deixe o volume baixo, que não incomode as pessoas, pois todo mundo quer tranquilidade.

 

Folha do Litoral News: Qual a importância das ações recreativas com as crianças nas praias visando a reforçar o papel do policial militar como amigo?

Garrett: Essas atividades que estamos fazendo com crianças é algo importante, pois elas devem entender que o policial militar é um amigo que podem contar quando acontece qualquer fato com os pais ou elas mesmos se perderem. A criança deve entender que ao encontrar o policial fardado ela conta com um amigo, uma pessoa que irá socorrê-la. Trazer as crianças para pintar o rosto em atividades lúdicas, bem como em ações de educação no trânsito, são coisas que aproximam o público infantil da PMPR, fazendo também com que os pais sejam corretos.

 

Folha do Litoral News: Com relação às festas de final de ano e ao Carnaval que se aproxima, como a PMPR está se preparando para este grande fluxo de turistas?

Garrett: Durante as festas de final de ano que aconteceram nas praias, o número de pessoas participando foi muito grande e o de ocorrências foi mínimo. Massificamos o policiamento com viaturas, motos, policiais, com orientação e organização dos locais para que não houvesse problema e não aconteceu nada grave. O Carnaval terá uma grande intensidade de policiamento da Operação Verão e teremos mais o apoio de outras especialidades de policiamento, garantindo a todos um Carnaval tranquilo.

 

Folha do Litoral News: Deixamos o espaço aberto para uma mensagem aos moradores e turistas do litoral do Paraná:

Garrett: Orientamos as pessoas que ao sair de casa dirigindo não ingira bebida alcoólica, esteja correto com a documentação, cuide das crianças ao redor, evite poluição sonora, enfim, são coisas que você pode não perceber que está fazendo, mas geram transtornos ao seu entorno. Gostaria de dizer que a PM está atuando com foco na orientação e o último recurso é a prisão, inclusive porque é um momento de festa, de férias, de famílias, a ideia é não chegar na repressão, mas na orientação. Quero dizer aos moradores e turistas que podem contar com o apoio da Polícia Militar, principalmente pelo aplicativo 190, disponível para download no Android e IOS. Contem como  apoio da PMPR, no que for necessário temos as companhias e pelotões em todo o litoral paranaense, é só chegar conversar com o policial militar, conhecê-lo, tomar um café com ele e explicar a situação. Estamos aqui para ajudar.

 

 


Colunistas