Connect with us

Entrevista

Novo presidente afirma que vai valorizar Fiep, Sesi e Senai

“Temos a defesa intransigente da indústria feita pela Fiep e por nós da indústria do Paraná”, destaca o novo presidente da Fiep.

Publicado

em

O industrial Carlos Walter Martins Pedro, eleito presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), conversou com a imprensa logo após a apuração dos votos e a confirmação da sua vitória na noite de quinta-feira, 14, em Curitiba.

Walter percorreu todo o Estado durante a campanha de menos de dois meses e elencou as demandas recebidas pelos representantes do segmento. “Recebi muitas demandas, entre elas, mais defesa dos interesses da Fiep junto aos governos estadual e federal, melhor condição de infraestrutura e a redução dos custos tributários que oneram os nossos produtos”, disse Walter nesta rápida entrevista.

O novo presidente venceu uma disputa apertadíssima – a diferença foi de apenas dois votos – e defende a unidade da federação e valorização dos sindicatos e o trabalho do Sistema S, o que inclui a própria Fiep, o Sesi e o Senai. “Temos a defesa intransigente da indústria feita pela Fiep e por nós da indústria do Paraná. Isso precisa ser feito sempre por meio dos sindicatos que são os representantes legítimos da nossa indústria”, completou. Confira a entrevista:

Como será a atuação do Sesi e do Senai, por exemplo, e como será a Fiep daqui para frente?

O Sesi e o Senai – os serviços que prestam à indústria do Paraná – têm que ser cada vez mais valorizados, destacando a importância desses serviços à indústria. Tanto na formação profissional e apoiamento técnico feitos pelo Senai, a atuação pela saúde e segurança do trabalhador por meio do Sesi. Temos a defesa intransigente da indústria feita pela Fiep e por nós da indústria do Paraná. Isso precisa ser feito sempre por meio dos sindicatos que são os representantes legítimos da nossa indústria, nos seus setores variados e nas suas regiões que são diversificadas.

Na eleição de hoje na Fiep em Curitiba, tivemos a presença de empresários e representantes de todas regiões do Paraná, de norte a sul, o que mostra o empresariado unido. Como o senhor avalia essa participação massiva dos empresários nesta eleição?

Foi uma disputa muito acirrada com a participação total dos sindicatos aptos a votar. Isso mostra a importância da Fiep, aos serviços prestados pela entidade que representa a indústria do Paraná e que é parceira dos governos estadual e federal, e a favor da evolução desse Estado e da nossa indústria.

Como o senhor viu esse caminho do processo eleitoral levando a este resultado bastante acirrado?

Isso mostra, como já disse, a importância da Fiep e das propostas colocadas na campanha. Mas, principalmente, a importância da ação da entidade na indústria do Paraná. Outro destaque que temos que ressaltar é a importância da participação dos sindicatos que compõem a Fiep.

Como foi a campanha?

Eu fiz uma campanha sem fazer uma ligação sequer, extra contexto Fiep. Eu não pedi para ninguém fazer qualquer ligação a meu favor que não fosse dentro do contexto Fiep. Não comentei na imprensa ou na mídia em geral as questões internas da Fiep. Nós devemos satisfação a todo Paraná, devemos satisfação pelo que o Estado evoluiu com a participação da entidade. As discussões do processo eleitoral cabem aos sindicatos e nós deveríamos discutir as nossas questões dentro dos sindicatos que são os associados e os aptos a votar. Fiz uma campanha buscando sempre a ética, o contato direto e o respeito às pessoas que compõem a indústria do Paraná.

Na campanha, o senhor foi ao interior e conversou com os industriais, quais são as demandas desses industriais?

Eu estou muito tranquilo em assumir essa missão à frente da minha diretoria. Não pretendo administrar sozinho, mas principalmente, com um colegiado de líderes e ouvindo todos os setores da indústria paranaense.

Nessas andanças, ouvi os representantes das indústrias de todas as regiões do Estado, me sinto seguro com apoio que recebi e que estamos no caminho certo. Eu recebi muitas demandas, entre elas, mais representação da Fiep, mais defesa dos interesses da Fiep junto aos governos estadual e federal, questões de normatização, regulamentação, melhor condição de infraestrutura e a redução dos custos tributários que oneram os nossos produtos.

Da ADI Paraná

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.