conecte-se conosco

Educação

Unespar Paranaguá deve retomar atividades no dia 30 de julho

Além das exigências da Vigilância Sanitária, Unespar Paranaguá afirma que realizou dedetização e desratização interna e externa do campus

Publicado

em

Instituição destaca que adotou exigências da Vigilância Sanitária após ter sido interditada no dia 1.º de julho

Interditada no dia 1.º de julho pela Vigilância Sanitária Municipal, a Universidade Estadual do Paraná (Unespar), campus Paranaguá, pode ser reaberta, segundo a própria instituição, após ter adotado as exigências do órgão de fiscalização em torno de controle da infestação de pombos e de interrupção do uso de poço artesiano para abastecimento de água, algo que não é permitido pela legislação específica. De acordo com o diretor-geral da faculdade, professor Cleverson Molinari Mello, um ofício foi encaminhado no dia 16, para a Vigilância Sanitária informando as medidas implantadas, sendo que as aulas possivelmente serão retomadas no dia 30 de julho.

"A respeito da Interdição do Campus, informamos que todas as exigências da Vigilância Sanitária foram cumpridas", destaca o diretor. Segundo ele, "o encanamento de água dos banheiros está todo ligado à rede pública de abastecimento de água e com relação ao controle de pombos, uma empresa especializada está realizando a colocação de telas no pátio", completa.

"Paralelamente às exigências da Vigilância Sanitária e aproveitando a ausência de pessoas no Campus, estamos realizando a dedetização e desratização interna e externa", destaca o diretor-geral. Segundo ele, foi protocolado na terça-feira, 16, ofício solicitando à Vigilância Sanitária a liberação do campus. "Como já atendemos às exigências da Vigilância, estamos apenas aguardando a liberação e provavelmente reiniciaremos as atividades normais da universidade no dia 30 de julho, data em que recomeçam as aulas após o recesso das férias do mês de julho", explica Molinari Mello.

Diretor da instituição, Cleverson Molinari Mello, informa que um ofício foi encaminhado para a Vigilância Sanitária informando as medidas implantadas no local

RELEMBRE O MOTIVO DA INTERDIÇÃO

No dia 1.º de julho, a Unespar Paranaguá foi interditada pela Vigilância Sanitária de Paranaguá, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Na época, em nota, a secretaria informou que a Vigilância Sanitária realizou a interdição devido à falta de atualização de licença sanitária, sendo que a última foi realizada em 2008. “O local apresenta problemas em relação à infestação de pombos e também por usar poço para abastecimento de água, o que não é permitido pela legislação específica”, explicou a Secretaria de Saúde.

Ainda na data da interdição, a Semsa afirmou que já havia notificado a Unespar Paranaguá em torno das regularizações. “Foram estabelecidos prazos, mas a situação persistiu, não havendo outra saída a não ser a interdição. Para não prejudicar o calendário de aulas dos alunos da instituição, a Secretaria Municipal de Educação colocou a estrutura das escolas à disposição da Unespar enquanto a situação não é resolvida”, esclareceu em nota a Secretaria de Saúde, que agora, através da Vigilância, fará análise das medidas adotadas e, caso elas atendam às exigências, renovará a licença sanitária da universidade.

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.