conecte-se conosco

Educação

Questões de Física do ENEM são contextualizadas com temas da atualidade

Fenômenos ondulatórios e mecânica estão entre os conteúdos mais recorrentes

Publicado

em

As questões que exigem conhecimento da Física são citadas, muitas vezes, como algumas das mais complicadas e que exigem mais habilidade dos estudantes. A prova, assim como em todas as outras disciplinas, é interpretativa, e não quer saber do aluno apenas fórmulas decoradas, mas também a maneira com que elas se conectam aos acontecimentos atuais.

O primeiro dia de prova é composto por 90 questões que devem ser respondidas em até 4h30 e abrange os conteúdos de Ciências Humanas e suas Tecnologias e      Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Neste último, estão inclusas as disciplinas de Química, Física e Biologia.

O professor de Física, Gustavo Trierveiler Anselmo, que atua na área há 14 anos, disse que trabalha as questões do Enem com alunos já do 1.º ano do Ensino Médio e destacou os principais conteúdos da disciplina que costumam cair nas provas. “Nos últimos anos, muitas questões abordaram o assunto ondas, que é um conceito básico da Física, assim como conservação de energia mecânica. Um diferencial que hoje tem ocorrido no Enem é que antigamente a prova era bastante teórica e hoje vemos uma prova mais prática”, analisou.

A parte prática inclui matemática, aplicação de fórmulas e cálculos. “A gente começou a perceber essa linha há uns três anos. O Enem e a Universidade Federal do Paraná estão aplicando questões mais antigas”, lembrou o professor.

 


Professor de Física, Gustavo Trierveiler Anselmo, afirmou que hoje a prova é muito mais prática que teórica

 

A Física está entre as disciplinas em que os alunos encontram mais dificuldades. O professor Gustavo atribui essa dificuldade aos problemas que os estudantes têm com a leitura. “Muitos não têm a questão da habilidade de ler a questão e, como elas são longas, quando chegam à décima já estão exaustos. Por isso tentamos fazer com que o aluno desde o primeiro ano já comece a se habituar a uma leitura mais rápida e pegar os pontos principais”, afirmou.

A contextualização que o Enem faz das questões com os fatos da atualidade exige dos alunos não só leitura, mas conhecimento sobre o que está acontecendo no País e no mundo. “Teve um ano que caiu uma sobre radar, no qual estava sendo aplicado em São Paulo e em Curitiba, e houve esse link com a Física. O aluno que leu um jornal e viu uma notícia sobre isso estará mais antenado. Por isso é uma prova de habilidade e de cultura”, frisou Gustavo.

 

DICAS

A grande vantagem observada pelo professor atualmente é a facilidade que os estudantes têm em consultar conteúdos pela Internet. “Existem muitos videoaulas”, ressaltou o professor. Mas, consultar provas anteriores é ainda para ele considerada a principal dica para se acostumar com o tempo de prova e com o tamanho das questões. “Cada prova ou vestibular tem a sua particularidade. O Enem é bastante contextualizado, já a prova da Universidade Federal é mais teórica. São linhas diferentes, por isso o ideal é ler e tirar as dúvidas em sala de aula, pois tudo é prática”, orientou.

Publicidade






Em alta