Logotipo

Escola municipal desenvolve atividades de combate à violência contra a mulher

13 de março de 2019

Objetivo é chamar a atenção e conscientizar as crianças sobre o assunto

Compartilhe

Atividades de combate à violência contra a mulher estão acontecendo diariamente na Escola Municipal Nascimento Junior, localizada no Jardim Guaraituba. O estabelecimento de ensino lançou o projeto no Dia Internacional da Mulher, e vai continuar realizando as atividades ao longo do ano.

Nesta semana, em que se comemora o Dia Nacional da Escola, em 15 de março, a instituição de ensino entrou na segunda etapa do projeto através de um debate e rodas de conversa sobre os conceitos de violência. A atividade está sendo desenvolvida pela professora Giuvanna Souza Ferreira, a qual entende que o tema não deve ser trabalhado apenas em um único dia no ano.

Os meninos estão aprendendo que os homens devem se unir para combater a violência contra a mulher

“Todos os dias nós estamos lendo nos noticiários casos que envolvem agressões contra as mulheres. As estatísticas confirmam que esse tipo de violência aumentou muito nos últimos anos, e com isso muitas crianças estão convivendo com esse cenário e acabam achando normal. Isso não pode acontecer, por isso criamos o projeto para trabalhar esse tema com eles o ano inteiro”, explica a professora.

Na manhã de segunda-feira, 11, os estudantes realizaram atividades sobre os conceitos de violência, destacando a violência física, a verbal e a patrimonial.  As atividades são feitas simultaneamente entre meninos e as meninas, enfocando o respeito. “Eles aprendem todos os tipos de respeito. As atividades incluem também o respeito para com a pessoa idosa, aos pais e com o próximo. Mas a questão da violência contra a mulher tem uma ênfase maior”, aponta a professora. 

Atividades práticas também fazem parte do projeto como teatros, palestras e a vinda de um ônibus que percorre o Paraná reforçando a questão de proteção à mulher. “Vamos fazer contato com o Ônibus Lilás, que é uma unidade móvel de atendimento itinerante à mulher em situação de violência. Este  ônibus leva serviços de acolhimento e orientação psicológica, jurídica e de assistência social e prevenção da violência contra a mulher às localidades mais distantes do Paraná”, ressalta.

Professora Giuvanna está desenvolvendo as atividades na Escola Nascimento Junior

A diretora do estabelecimento, professora Silvia Mendes do Carmo Pereira, ressalta que a proposta do projeto é dialogar sobre o tema, realizando ações culturais. Além disso, as atividades pretendem  mobilizar a comunidade escolar para que todos possam compreender melhor essa questão.

 

“Buscamos promover a paz para um mundo melhor, formando um padrão cultural de que a violência é inaceitável”, explica.

Colunistas