Logotipo

Escola em Antonina deve ser a primeira no litoral a ofertar educação integral para Ensino Médio

09 de outubro de 2019

Implantação ainda depende de análise da SEED, que tem programa para ampliar a jornada escolar dos estudantes

Compartilhe

A Secretaria Estadual de Educação e Esporte (SEED) quer ampliar a oferta de educação por tempo integral no Estado. No litoral do Paraná, a Escola Estadual Rocha Pombo, em Antonina, já oferece, há três anos, a modalidade para alunos do Ensino Fundamental e agora espera confirmação da SEED para oferecer também para o Ensino Médio.

Nenhuma outra escola do litoral oferece tempo integral aos estudantes e, desta forma, a Rocha Pombo seria a primeira contemplada para início já no próximo ano.

Em nota, a SEED informou que o Departamento de Programas para a Educação Básica tem realizado estudos pertinentes às potencialidades de escolas para a implantação da Educação em Tempo Integral. “O objetivo é ampliar as oportunidades de aprendizagem, visando à formação integral das crianças e adolescentes, viabilizando atividades pedagógicas complementares que considerem as experiências e os saberes dos estudantes, estimulando o protagonismo juvenil, aprimoramento do educando como pessoa, incluindo a formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico”, considerou a secretaria.

A implantação será gradativa em todo o Estado. “O litoral também será contemplado e essa análise está sendo realizada com o envolvimento do Núcleo Regional de Educação de Paranaguá”, disse a secretaria.

Para atender a demanda, as escolas receberão adaptações. “Tanto na infraestrutura, como na gestão pedagógica, incluindo a formação de professores e equipe gestora. É fundamental que a expansão seja responsável e garanta a formação integral dos alunos”, destacou a SEED.

De acordo com a chefe do Núcleo Regional de Educação, Clarice Ubessi, três escolas foram sugeridas para adesão ao programa, porém apenas uma delas aceitou a proposta. “A Escola Rocha Pombo, de Antonina, já oferta a educação integral para o Ensino Fundamental e ampliará para o Ensino Médio. As escolas são convidadas e devem manifestar interesse”, explicou Clarice.

IMPLANTAÇÃO GRADATIVA

O diretor da Escola Estadual Rocha Pombo, Ivonzil José Soares Junior, disse que, a princípio, o programa irá contemplar apenas o 1.º ano do Ensino Médio. “O horário do ensino integral, em 2020, será das 7h15 às 16h35.Neste ano temos apenas o Ensino Fundamental, sendo dois sextos anos, dois sétimos e um oitavo. Para o ano que vem, todas as turmas do Ensino Fundamental serão em tempo integral e abriremos para o 1.º ano do Ensino Médio”, explicou o diretor da escola.

Com a ampliação da carga horária, foi preciso também oferecer novas atividades aos estudantes. “Temos nove aulas por dia, as da base comum e as da parte diversificada, que são divididas nos períodos da manhã e da tarde. Para o ano que vem estaremos ofertando as disciplinas de programação e tecnologia computacional, projeto de vida, aprofundamento esportivo, educação musical, espaço cultural paranaense, espanhol, libras e expressão corporal”, contou Soares Junior.

De acordo com o diretor, as mudanças já apresentam resultados positivos. “Nestes três anos, constatamos uma melhora significativa tanto no desempenho dos alunos, quanto na disciplina. Mas, principalmente, agora eles têm pouco tempo ocioso, ficando pouco tempo na rua. Ajuda na rotina dos pais, pois sabem que seus filhos estão na escola, além de melhorar na alimentação, pois eles têm três refeições saudáveis na escola. Agora, há maior participação deles nos projetos da escola, passaram a ver a escola como sua casa”, enfatizou Soares Junior.

Fotos: Divulgação Escola Rocha Pombo


Colunistas