Logotipo

Escola desenvolve projeto sobre o livro “O Pequeno Príncipe”

24 de maio de 2019

Tolerância, respeito, empatia e solidariedade são algumas lições transmitidas pela obra

Compartilhe

A professora Claudinale da Silva Ramos está desenvolvendo um projeto de sua autoria sobre a obra clássica do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, O Pequeno Príncipe. As atividades acontecem neste segundo bimestre para os alunos das turmas dos 4.º e 5.º anos na Escola Municipal Luiz Vaz de Camões.

A obra foi lançada em 1942 e continua atual, sendo pesquisada e discutida em inúmeras salas de aulas. De acordo com a professora Claudinale, este foi o principal motivo para aplicar a atividade entre seus alunos.

“O projeto trabalha dois lados. Um deles é a mensagem de valorização à amizade em tempos de conflitos como os atuais, e também estimula o prazer pela leitura. Todos estão gostando e são capazes de contar oralmente os fatos principais da obra”, contou. A atividade está trabalhando as frases que se tornaram célebres e, através delas, são mostradas muitas lições, as quais todos devem aprender.

REFLEXÃO SOBRE AS FRASES

Uma das frases é: “As pessoas são solitárias porque constroem muros ao invés de pontes”. Através desta mensagem, a professora estabelece uma reflexão trabalhando a questão da interação social.

A outra é: “É loucura odiar todas as rosas porque uma te espetou”. Através dessa frase a professora irá desenvolver atividades ligadas ao preconceito e discriminação.

PAIS ESTÃO LENDO JUNTO COM OS FILHOS

A professora ressalta que realiza esse trabalho de leitura com as crianças desde o ano passado.

“Tento motivá-las a ler pelo prazer. O momento da escolha do livro antecede a nossa roda de conversa sobre o título escolhido, sem imposições. Assim, o ambiente torna-se favorável ao desenvolvimento das habilidades de comunicação. Afinal, ninguém é obrigado a gostar de ler, mas depois de dois ou três títulos, a chance de encontrar um que lhe desperte o interesse é bem maior. Neste bimestre escolhi a obra de Antoine de Saint-Exupéry, O Pequeno Príncipe. Esta obra dá sequência à pratica da inclusão (Coleção Um Conto de Fadas Inclusivo, Cristiano Refosco) aprendidas no convívio com os colegas. Tolerância, respeito, empatia e solidariedade, valores do núcleo familiar, são algumas das lições fundamentais reforçadas pela escola, as quais os alunos levarão para a vida”, explica a professora.

Ela ressalta ainda que O Pequeno Príncipe, encanta não só pelas aventuras, mas também pelos ensinamentos, pelas lições de vida que, a cada capítulo lido, as crianças vão identificando.

“Esse livro fala de amizade e da dificuldade que os adultos têm para perceber o universo da fantasia quando crescem. Estamos no início das atividades, mas já percebemos o encantamento e o prazer da leitura fluindo. O mais interessante é que muitos pais estão acompanhando e lendo junto com os filhos. Isso é fantástico”, complementa.

CRIANÇAS FALAM SOBRE A LEITURA 

O estudante Lorenzo Miguel Martins Pacheco contou vários trechos do livro. O menino mostrou que está envolvido com a obra e aprendendo as lições que estão registradas nas páginas. “Através da imaginação podemos fazer o que quisermos”, contou.

 A aluna Giovanna Bona Batista disse que também está gostando. “Ao mesmo tempo em que é divertido, fala de amor e amizade, por isso quando começamos a ler não conseguimos mais parar”, apontou. 

 


Colunistas