Connect with us

Turismo

Presidente da Abaline destaca retomada do receptivo de turistas na Ilha do Mel

Após seis meses sem receber turistas, embarcações estão novamente levando visitantes para a Ilha do Mel desde o dia 20 de setembro (Foto: Abaline)

Publicado

em

turistas na Ilha do Mel

Embarcações adotam aferição de temperatura dos turistas, distanciamento, higiene e uso de máscaras

Desde o dia 20 de setembro, a Prefeitura de Paranaguá autorizou a retomada da vinda de turistas para a Ilha do Mel, porém com respeito às medidas sanitárias de distanciamento social, higiene e uso de máscaras devido à pandemia da Covid-19. Segundo o presidente da Associação de Barqueiros do Litoral Norte do Paraná (Abaline), Daniel Anzoategui de Lima, após seis meses sem receber turistas, a retomada é importante e está sendo lenta e gradual, com respeito aos decretos vigentes, sendo que a expectativa é de alta movimentação de pessoas na Ilha do Mel na temporada de verão 2020-2021.

“Desde a retomada das atividades, além da satisfação em podermos atender novamente os usuários, tivemos um fluxo leve de aproximadamente 3.150 turistas, 900 moradores e trabalhadores”, explicou o presidente da Abaline, em entrevista concedida antes do feriado de Nossa Senhora Aparecida, no dia 12 de outubro, que aumentou os números de movimentação nas embarcações. “A dignidade de retomar os trabalhos é gratificante”, complementa. 

De acordo com ele, o distanciamento social, uso de máscara e higiene nas embarcações são medidas preventivas com o intuito de não propagar a doença. “Combinamos medidas como distanciamento social, o uso de máscaras, o uso de álcool nas mãos, a higienização das embarcações, as medidas de temperaturas dos usuários, sendo que as embarcações estão operando com 60% das suas lotações. Estamos seguindo todas as recomendações dos especialistas, esta é a estratégia utilizada pela Abaline para combater o vírus”, salienta Anzoategui. 

“Embarcações estão operando com 60% das suas lotações. Estamos seguindo todas as recomendações dos especialistas”, afirma o presidente da Abaline, Daniel Anzoategui (Foto: Arquivo pessoal)

“As prefeituras fizeram barreiras sanitárias, estabeleceram normativas e protocolos, a Ilha do Mel pode receber até 2.500 pessoas/dia, no terminal de embarque é realizado um cadastro para o turista que passará o dia na Ilha do Mel vinculado ao site da SITUR, os usuários que permanecerão na Ilha deverão realizar o cadastro através das pousadas ou estabelecimentos comerciais. Lembrando que na Ilha é obrigatório o uso de máscaras”, completa. 

Segundo o presidente, preços e horários de saída e chegada das embarcações podem ser informados pelo WhatsApp e telefone fixo da Abaline no número (41) 3455-2616. “É importante lembrar que poderá haver alterações devido a condições climáticas sem aviso prévio”, acrescenta.

Expectativa de um verão positivo

“Foram seis meses sem receber turistas, trabalhando exclusivamente para os moradores e serviços essenciais. A retomada está sendo lenta e gradual na entrada da primavera, com a esperança de que a doença seja controlada e os números de casos decrescentes, a expectativa é que no verão o movimento esteja com alto fluxo. Estamos bem confiantes de que será uma temporada com movimento acelerado e que a Ilha do Mel, assim como todo o litoral brasileiro receberá muitos visitantes”, finaliza Daniel.