Connect with us

Coronavírus

Covid-19: Governador suspende entrada no Paraná de ônibus de outros estados e do DF

Ratinho Júnior pediu ao Governo Federal fechamento da fronteira com Paraguai e Argentina

Publicado

em

Na tarde da quarta-feira, 18, o governador Ratinho Júnior concedeu uma coletiva online, quando abordou a atuação do Governo do Estado contra a pandemia global do novo Coronavírus. Entre várias ações que estão sendo realizadas, o governador destacou que decidiu suspender a circulação de ônibus advindos de outros estados e do DF como precaução para evitar que portadores da Covid-19 entrem e saiam do Paraná. Além disso, ele destacou que pediu autorização do Governo Federal para fechamento da fronteira internacional do Paraná com o Paraguai e Argentina.

“Queremos tranquilizar as famílias do Paraná”, explica o governador Ratinho Junior. “Cada estado tem uma realidade, em alguns estados essa pandemia chegou um pouco mais cedo, outros ela está menos avançada, como é o caso do Paraná. Estamos conseguindo de certa forma fazer com que esta pandemia chegue de maneira mais branda ou demorada. Devemos ter calma, este é um vírus que atinge principalmente as pessoas de mais idade, devemos cuidar dos nossos idosos, cuidar do vô, da vó, evitar que eles saiam de casa. Necessário que eles fiquem mais distante possível de crianças, do aperto de mão, do abraço do beijo”, explica.

“As famílias devem evitar fazer aglomerações. Não é proibido você sair de casa, você pode ir ao supermercado, farmácia, comércio local, visitar o vizinho, mas o que se deve evitar é o relacionamento muito próximo um com o outro e evitar aglomerações”, explica o governador.

Ônibus  interestaduais suspensos no Paraná

A suspensão de circulação dos ônibus interestaduais e do DF no Paraná passam a valer no Paraná a partir da quinta-feira, 19. “Isso ocorre porque nesses estados o vírus está mais avançado e queremos evitar que pessoas que por algum motivo possam estar infectadas entrem no Paraná. Essa é uma proibição que faremos aos ônibus interestaduais”, explica o governador. A decisão prevista em decreto vale inicialmente por 14 dias, podendo ter vigência prorrogada.

Outro ponto destacado por Ratinho Júnior foi o monitoramento intenso das fronteiras do Paraná com os outros estados. “É um trabalho informativo e de análise de pessoas que estão vindo de outros Estados.

Redução de voos e fechamento de fronteiras internacionais

“Pedimos à Infraero que reduza nos próximos dias e pare de pousar aviões com destinos destes mesmos estados e cidades que os ônibus interestaduais. Esta é uma medida que cabe ao Governo Federal, mas já fizemos um pedido para que isso possa ser probido nas próximas horas e dias. Fizemos um pedido também para que nossas fronteiras com a Argentina e o Paraguai também haja proibição de entrada e saída dessas pessoas desses países e também de brasileiros que acabam circulando nesses dois países-irmãos que fazem fronteira com o Paraná”, complementa o governador.

Supermercados e álcool em gel

Segundo ele, outro foco é a questão de não se desesperar quanto a estocar produtos adquiridos em supermercados. “É muito importante ter consciência e tranquilizar a todos. O Paraná é o maior produtor de alimentos do mundo, a falta de comida no estado não vai acontecer, a nossa indústria está trabalhando a todo vapor para abastecer os supermercados e todas as pessoas neste momento que estamos passando”, explica

Com relação ao álcool em gel, Ratinho Júnior esclarece que a cobrança de preço abusivo pelo produto deve ser denunciada ao Procon-PR, sendo que o estabelecimento será punido gravemente. “Decidimos que vamos cassar o alvará de funcionamento, a inscrição estadual desta empresa, ela será probida de trabalhar aqui no estado. Não vamos admitir abuso e exploração com as pessoas que precisam fazer a sua higienização diária”, detalha.

Crianças em casa

Outra medida adotada foi a da suspensão das aulas nas escolas públicas e particulares do Paraná, algo que passará a valer na sexta-feira, 20. “Nós já tomamos a providência de que as crianças fiquem em casa, não tenham mais aulas. Estamos construindo uma solução para que possamos mandar conteúdo escolar para as nossas crianças e jovens através da internet, abrangendo mais de um milhão de alunos que estamos na rede estadual”, explica o governador, ressaltando que as escolas passarão por manutenção contínua durante este período de suspensão das aulas de 15 dias. “Assim que houver o retorno dos alunos quando a pandemia diminuir a sua força iremos automaticamente retornar as aulas”, complementa.

Acompanhamento diário e solidariedade

Ratinho Júnior esclarece que o governo estadual está acompanhando diariamente a pandemia de Coronavírus em todos os estados, bem como seguirá divulgando boletins diários da doença. “É importante neste momento os paranaenses terem a consciência de se ajudarem. Se você tem um vizinho que é idoso e mora sozinho se coloque à disposição para ir ao mercado para ele, para limpar alguma coisa na casa, ter algum auxílio. Se você tem um parente idoso, procure preservar ele dentro de casa”, explica.

“Se você puder trabalhar em casa muito melhor, mas se você precisar ir ao seu trabalho é só tomar as recomendações que o mundo inteiro já fala: lavar as mãos, se possível passar álcool em gel, se higienizar e evitar o contato com outras pessoas. Se nós seguirmos esses procedimentos que os países que conseguiram sair dessa crise rapidamente, como a Coreia do Sul, Singapura e tantos outros, iremos enfrentar a crise de forma mais rápida, branda e pacífica. Os paranaenses já são por natureza um povo muito solidário e nesse momento a nossa solidariedade tem que ser em dobro”, afirma o governador Ratinho Júnior.

Apoio aos idosos

O governador afirma que o foco total do Estado e sociedade deve ser o apoio e isolamento dos idosos com relação ao Coronavírus. “A Covid-19 vai pegar muitas pessoas, muitas vezes a pessoa nem sabe que está por não apresentar nenhum sintoma, sem nenhum tipo de resfriado ou febre, mas os idosos tem imunidade baixa e precisam de uma atenção maior”, acrescenta Ratinho Júnior, reforçando o apoio da população aos idosos.

“Com relação à outra faixa etária, entre elas crianças, homens e mulheres, você pode ter a sua rotina de compra e relacionamento, desde que mantendo uma distância, evitando o máximo possível de contato que é o mais importante. Agradeço a todos os servidores do Estado que estão trabalhando de forma organizada e planejada. O Paraná mais uma vez vem demonstrando organização e planejamento para enfrentar este momento global de forma pacífica e responsável”, explica, destacando a entrega de 200 viaturas

Apoio às pequenas e micro-empresas

Segundo o governador, na quinta-feira, 19, serão anunciadas novas medidas de prevenção e combate à Covid-19. “Já estamos pensando em um pacote econômico para socorrer e atender as micro e pequenas empresas do estado e acima de tudo fazer com que possamos passar por este momento duro, mas que iremos vencer, o mais rápido possível”, informa Ratinho Júnior.

Foto: Rodrigo Félix Leal/AEN