conecte-se conosco

Eventos

Paranaguá debate o enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes

Seminário continua nesta quinta-feira, 19, com ampla programação

Publicado

em

O Seminário de Enfrentamento à Violência Contra Crianças e Adolescentes teve início na quarta-feira, 18, em Paranaguá, em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual. O evento é realizado no Teatro Rachel Costa, aberto a toda a população, e segue nesta quinta-feira, 19, com ampla programação.

O evento começou com a apresentação das autoridades que atuam na rede de proteção das crianças e dos adolescentes como a Secretaria de Assistência Social, Ministério Público, Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes da Polícia Civil (Nucria), Conselho Tutelar, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Núcleo Regional de Educação e Procuradoria da Mulher da Câmara Municipal de Paranaguá.

Seminário começou, na quarta-feira, 18, com a apresentação das autoridades que atuam na rede de proteção das crianças e dos adolescentes no município

A secretária de Assistência Social em Paranaguá, Ana Paula Falanga, afirmou que eventos como esse reforçam a importância da existência de uma rede de proteção atuante para crianças e adolescentes. “Precisamos garantir os direitos desse público, não só direito à moradia, mas também a direitos fundamentais como o brincar e a infância. Isso é importante para o bom desenvolvimento da criança. O seminário tem essa finalidade, combater qualquer tipo de abuso infantil e violência, dizer para a sociedade da importância dessa rede de proteção e fortalecer cada peça fundamental dessa rede”, disse Ana Paula.

Paranaguá conta hoje com o Centro de Atendimento Integrado para crianças vítimas de violência. “No local é realizado o acompanhamento, junto com a saúde e a educação para crianças que passaram por traumas”, destacou Ana Paula.

A superintendente de Projetos Sociais da Secretaria de Assistência Social, Vivian Régia Vale de Oliveira, contou que o município acompanha as famílias em vulnerabilidade cadastradas no CadÚnico e atua na prevenção da violência.

“Muitas das crianças acompanhadas participam de grupos de fortalecimento de vínculos para identificar qualquer possibilidade de violência e fortalecer o vínculo familiar de forma saudável e harmoniosa. Os Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) têm papel fundamental na prevenção de qualquer violência”, disse Vivian.

Para Vivian, o intuito do Seminário é divulgar os caminhos que existem para prevenir os casos de abuso e exploração sexual, os tipos de atendimentos e promover a ação em conjunto. Principalmente, com a Secretaria de Educação.

“As crianças e adolescentes passam grande parte do tempo nas escolas e, muitas vezes, é onde os casos de violência são identificados. Por isso, é importante que pedagogos e professores conheçam os caminhos que podem seguir na possível identificação de uma criança que pode estar passando por abuso ou violência doméstica. Queremos fortalecer essa rede para atuar de forma integrada para evitar e, caso aconteça, socorrer de forma mais rápida para minimizar o sofrimento dessas crianças”, salientou Vivian.

Programação de quinta-feira, 19

8h – Abertura e Boas vindas

8h30 – Apresentação de crianças e adolescentes

9h – O papel do Conselho Tutelar no Enfrentamento e Combate ao Abuso sexual de crianças e adolescentes. Palestrante: Dr. Olympio de Sá Sotto Maior Neto -Procurador de Justiça – MPPR

10h30 – Quebrando o Silêncio – Palestrante: Sargento Tânia Guerreiro

14h – Atuação do Poder Judiciário/Magistratura no Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e adolescentes – Palestrante: Priscila Soares Crocetti – Juíza da Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Paranaguá

15h – A perspectiva da Rede de Proteção para o enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes no Pós-pandemia – Palestrante: Ângela Mendonça

16h30 – Apresentação de crianças e adolescentes

17h – Encerramento Seminário.