conecte-se conosco

Espaço Poético

Ouvidor Raphael Pires Pardinho

Ouvidor Pires Pardinho
O lisboeta, juiz se fez

Publicado

em

Ouvidor Pires Pardinho

O lisboeta, juiz se fez

Mil setecentos e setenta

Foi que nasceu o português

Às vilas que percorria

Esse ilustre magistrado

Máxima autoridade

Que o Rei lhe tinha dado

Percorrendo o sul do Brasil

Correição e fazendo fisco

De Curitiba a Laguna

E também a São Francisco

Na Vila de Paranaguá

Ficou mais de meio ano

Olhando tudo bem de perto

Como se o rei tivesse olhando

Fiscalizava a igreja

Ouvidoria militar

Correição judicial

E forma de administrar

Mil setecentos e vinte

Depois de sua correição

Morretes nasce noutro ano

E reabre a Fundição

Por provimento do ouvidor

Mais além foi feita

Na frente do pelourinho

A Câmara e a Cadeia

Raphael em Paranaguá

Deixou legado no caminho

Entrou pra história as correições

Do Ouvidor Pires Pardinho

Denni Capetta

Continuar lendo
Publicidade