conecte-se conosco

Espaço Poético

O Tempo e o Banco

Autoria: Juciane Afonso

Publicado

em

Costumavas dizer-me:

“Um momento para pensar e uma vida inteira para sonhar.”

Será?

Tenho estado à tua espera.

Encontramo-nos novamente aqui há um ano,

Neste banco iluminado apenas pela luz de um poste de rua.

À nossa frente o mar nos sorri sem fazer barulho.

Quantas coisas mudaram nesses anos,

Entretanto o nosso amor…

Talvez mude.

Quando sorri para mim,

Eu respondo com o mesmo sorriso,

Brilhante como esta noite.

Meu coração bate mais rápido só de te ouvir respirar.

O tempo passa, mas agora estamos aqui sentados,

Neste velho banco que de mudança,

Não esperou por nós.

Autoria: Juciane Afonso

Continuar lendo
Publicidade