conecte-se conosco

Espaço Poético

Daqui

Autoria: Juciane Afonso

Publicado

em

Daqui…

Penso que a minha ideia do mundo

Seja o amor.

Aquela escuridão fica para trás

Entre as palavras e a imaginação,

Vagando entre as estrelas e o profundo azul do mar.

Daqui…

Escapando da miopia do coração,

Sentindo-me perto e ainda muito longe,

Enquanto as estações,

Elas não são nada, senão

Quatro movimentos da alma

Reguladas pelo vento da minha paixão.

Daqui…

Com olhos para o céu

Conversei com seus olhos.

Te contei sobre mim

Da luz repentina

Que invadiu meu peito,

Quando arranquei,

Como folhas de papel pergaminho,

A dor da minha vida diária

E a transformei em confetes de felicidade.

Daqui…

Sigo te amando

Como ninguém mais,

Porque não há fim para o espanto

Que é viver neste universo do verbo amar.

Autoria: Juciane Afonso

Continuar lendo
Publicidade