Connect with us

Eleições 2020

Candidatos a prefeito apresentam suas propostas para a área da Educação

Folha do Litoral News divulgará propostas entre os dias 23 e 29 de outubro

Publicado

em

A Folha do Litoral News inicia, na edição de hoje, a publicação da série de entrevistas com os candidatos a prefeito nas Eleições Municipais 2020, em Paranaguá. Após a divulgação das propostas pelos candidatos a vice-prefeito feita nos últimos dias, até o dia 29 de outubro, todos os postulantes ao cargo máximo do Executivo apresentarão as suas propostas relacionadas aos mesmos temas em questão. A ordem das entrevistas foi estabelecida em sorteio realizado na sede do jornal no dia 2 de outubro, com presença de representantes das coligações e siglas.

O primeiro tema abordado é educação. Esta é uma oportunidade oferecida pela Folha do Litoral News para que os eleitores possam saber mais sobre os postulantes à vaga no Palácio São José e sobre suas propostas para áreas de relevância que impactam de forma diária na vida da população. Nos próximos dias, os candidatos a prefeito irão apresentar suas ideias sobre os seguintes temas: Mobilidade Urbana, Geração de Emprego e Renda, Segurança, Saúde e Relação com o Governo do Estado. Por fim, no dia 29, na reta final de campanha, os candidatos poderão mandar uma mensagem aos eleitores com um balanço de campanha. 

Todos os candidatos tiveram o mesmo tempo, de até dois minutos para cada tema, para discorrerem sobre seu plano de governo na área em questão e, por fim, todos tiveram três minutos para conceder uma mensagem final aos eleitores. Além de veiculação no meio impresso, as entrevistas ficarão disponíveis no portal da Folha do Litoral News  no endereço www.folhadolitoral.com.br, assim como a versão em vídeo. Confira:

Alceu Maron Filho (PROS) concorre pela coligação Paranaguá de Todos (MDB, Solidariedade e PROS), ao lado do candidato a vice-prefeito João Cláudio Marques (MDB)

“O setor de educação é importante não só para o presente, como para o futuro dos parnanguaras. Nós vamos resgatar a escola em tempo integral no turno e no contraturno. Esse conceito já deu muito certo em Paranaguá, não entendo por que nos últimos anos isso foi, aos poucos, sendo deixado de lado. Eu considero ser muito importante que a criança e o adolescente possam estar dentro da instituição escolar tanto no período da manhã, como da tarde. Não adianta depositar as crianças nas escolas sem que elas tenham atividades adequadas para a sua boa formação e desenvolvimento educacional, por isso temos que investir não só nas matérias curriculares no turno, como também no contraturno as oficinas que já deram muito certo aqui em Paranaguá e também foram deixadas de lado. Com as oficinas, a gente diversifica a formação da criança parnanguara, dá a oportunidade a artistas, professores de artesanato, esporte, cultura a também poderem levar seu conhecimento às escolas do município. Eu confio na escola em tempo integral, que vai trazer para a criança a formação que eu sonho para as minhas filhas e para os filhos dos parnanguaras.”

Julinho Lima (Patriota) concorre ao lado da candidata a vice-prefeita Roselaine Barroso Ferreira (Patriota)

“Queremos valorizar totalmente o trabalho dos professores. Sou servidor público municipal, procurador no município, e sei o quanto são valorosas as pessoas que trabalham na educação. É uma das melhores equipes que existem na Prefeitura de Paranaguá. E conosco, eu como prefeito, valorizaremos todos os professores e professoras. Qual o grande déficit em Paranaguá hoje? É o relativo às creches, investiremos muito nas creches de Paranaguá e faremos com que a mãe que sai de casa tenha a tranquilidade de deixar seu filho e pegá-lo no fim da tarde. Investiremos pesado na escola integral, onde também o pai e a mãe deixam seu filho pela manhã na escola e vão pegá-lo no fim da tarde. O aluno terá todas as condições durante a manhã e tarde para ser educado e ter também atividades lúdicas como música, aprender uma língua e capoeira.”

Fabiano Elias (Cidadania) concorre junto com o candidato a vice-prefeito Maike Santos (Cidadania)

“A educação em Paranaguá precisa passar por uma revolução institucional. Valorização profissional é algo importantíssimo, acima de tudo, nós temos que entender que a cidade precisa gerir o sistema educacional do início até o final, transformar Paranaguá nesta cidade universitária para qual ela já tem esta convicção própria, face à existência do campus Unespar, do Isulpar e do Instituto Federal do Paraná (IFPR), é uma condição primordial. Nós precisamos entender que, acima de tudo, a educação é o caminho para a dignidade da pessoa e para a evolução da sociedade. Investir na educação em tempo integral, garantir que as crianças tenham, além da educação normal, no contraturno possam ter acesso a diversas ferramentas de conhecimento, de aprimoramento e de desenvolvimento dos seus talentos, é muito importante para garantir o sucesso da formação do jovem na cidade de Paranaguá. O que queremos de forma consistente é que vocês entendam que a educação é nosso carro-chefe no desenvolvimento humano, no aprimoramento social e nas conquistas de justiça e igualdade que toda a comunidade parnanguara precisa alcançar. É esta estrutura que iremos trabalhar muito fortemente em Paranaguá para conseguir alcançar estes objetivos. Quero lançar aqui, desde já, uma novidade, da mesma forma que fui um dos responsáveis pela vinda do curso de Direito para Paranaguá, estou empenhado junto à faculdade Isulpar a trazer o curso de Medicina e consolidarmos de forma definitiva o polo universitário de Paranaguá, trazendo para cá jovens de todas as regiões para que possam se formar e conquistar o seu objetivo acadêmico.”

Marcelo Roque (Podemos), na coligação Pra Fazer Muito Mais (Podemos, Progressistas, PSL, PL, PSB, PSDB, PSD), concorre junto ao candidato a vice-prefeito José Carlos Borba (PSD) 

“Primeiramente quero agradecer o espaço da Folha do Litoral News para que todos os candidatos possam mostrar suas propostas para a nossa Paranaguá. Nós vamos fazer uma campanha limpa por toda a Paranaguá como a família Roque sempre têm feito ao longo da política do nosso município. A nossa proposta para a educação é manter aquilo que nós fizemos nos últimos quatro anos, com um investimento pesado na educação no nosso município, com valorização dos nossos profissionais, colocando em dia o piso nacional e, recentemente, nós concedemos 12,8% de aumento a todos os professores. Isso ajuda muito no desenvolvimento da educação municipal. Reformulamos nossa frota de veículos, reformamos várias escolas, estamos fazendo CMEIs, temos um projeto grande para o nosso próximo mandato que é o Complexo Educacional Esportivo, onde estamos reformando a piscina, já reformamos o ginásio Albertina Salmon, que virou uma arena moderna, e também estamos reformando o Gigante do Itiberê, onde haverá as salas para praticar a parte teórica de manhã, são mais de 20 salas, e na parte de tarde aí sim fazer uma escola integral de verdade, não aquilo que nós vimos em um passado com crianças no tempo ocioso. Não queremos isso. Queremos que as crianças venham, estudem e, na parte da tarde, no Gigante do Itibrê, pratiquem o atletismo, futebol, futebol society, que pratiquem outras modalidades na piscina e na arena. Então nós queremos fazer uma escola integral que comporte 2 mil alunos da rede municipal de ensino. Este é o maior projeto que temos para Paranaguá na sequência do nosso mandato, se assim o povo nos der esta oportunidade.”

Dr. Manoel Barbosa (PCdoB) concorre ao lado da candidata a vice-prefeita Esmeralda Quadros  (PCdoB)

“Sobre a educação em Paranaguá, nós temos uma grande questão em torno da estrutura das escolas e o treinamento dos profissionais. Precisamos fazer uma revisão do Plano de Cargos e Salários dos professores para que essa comunidade escolar realmente seja atendida de uma forma adequada. Uma preocupação grande é a utilização de recursos do Fundeb que está sendo ameaçado pelo projeto do Governo Federal e a utilização dos 5% não como recursos livres, mas como recursos comprometidos com a educação em Paranaguá. É importante que a nossa população entenda que Paranaguá nunca teve a escola integral, a escola integral é uma necessidade do município. Tivemos um arremedo de escola integral, que na verdade era uma escola que até os professores apelidaram de infernal, porque simplesmente estendeu a jornada dos professores sem nenhuma estrutura e valorização profissional. O aluno tem que ser tratado de uma forma global, de maneira que ele possa realmente desenvolver sua potencialidade para o futuro, visando aos empregos e a uma cidade progressista em Paranaguá. É importante também uma escola inclusiva, em que serão atendidas pessoas com necessidades especiais de uma forma que elas realmente sejam integrada à sociedade e não fiquem isoladas da sociedade. Isso é inaceitável, as crianças e as pessoas portadoras de deficiência têm que estar integradas. É isso que propomos para a educação de Paranaguá.” 

Marco Sukita (PV) concorre com o candidato a vice-prefeito Lucio José Teodoro (PV)

“Na área de educação, o PV tem um compromisso com o povo de Paranaguá e, em especial, com os funcionários da área de educação de uma creche noturna para aquelas mães que precisam trabalhar à noite e não têm com quem deixar seus filhos, esta é uma das propostas do Partido Verde, das 17h até a meia-noite, creche noturna para as crianças e creche para idosos, como foi feito em Curitiba e isso está dando certo. Na área de educação, temos propostas, algo que já está valendo e acontece no Brasil na área de meio ambiente, é levar as crianças a terem estudos e tecnologia na área ambiental, para que as elas comecem a entender como funciona o sistema ambiental. Para isso, nós precisamos ter um prefeito que tenha vontade, que queira fazer de verdade, e experiência a gente já tem, pois temos acompanhado como é que funciona no Brasil todo. Nós também queremos dar uma valorização especial aos professores, dar mais cursos na área da educação municipal, para que eles consigam dar maior atendimento e educação ao nosso povo de Paranaguá. Então, esta é a nossa proposta na área de educação, também temos outras propostas relacionadas às ilhas, educação para aquelas pessoas que já são raízes das ilhas, com o exemplo da Ilha do Mel, pessoas que conhecem sua realidade e estão lá há muito tempo, para passar aos seus filhos e netos como é que funciona o sistema de pesca artesanal, aquela educação cuidando do meio ambiente e das florestas na área de preservação de Mata Atlântica.”

Emmanuel Lobo (PCO) concorre com o candidato a vice-prefeito Marcos Antônio (PCO)

“Nós não temos plano de governo, temos um programa político partidário e é esse programa que nós vamos apresentar para a população nessas eleições, assim como em todas as outras e fora das eleições também. Eu não sou candidato de mim mesmo, fui escolhido pelos meus pares para representar esse programa, foi feita uma conferência eleitoral nacional em um seminário em que a gente discutiu esse programa que tem como tema “Fora Bolsonaro contra os golpistas” e “Lula presidente pelo governo dos trabalhadores”. Temos 18 indicações que vão da estatização da educação até estatização da saúde, mas que passa por travar essa luta política pelas questões fundamentais que estão colocadas neste momento no País. Não há como falar em resolver problemas na educação municipal sem falar da gestão federal que está destruindo a educação, levando o País ao dado de ontem, de 148 mil mortos, uma verdadeira guerra contra a população e os trabalhadores e mais especificamente, atualmente, contra toda a categoria da educação. Eu sou professor e todos nós estamos ameaçados neste momento com a volta às aulas. Uma medida que vai expor milhões de brasileiros, jovens, crianças, pais, professores, funcionários das escolas públicas e privadas que serão ameaçados ao risco de pegar Coronavírus e falecer pela omissão total do Poder Público. Por isso a nossa proposta para a educação é a estatização total, mas isso precisa ser feito pela organização coletiva dos trabalhadores. Não tem como resolver a questão da educação sem resolver a questão do golpe de Estado no Brasil, da fraude eleitoral de 2018 e desse genocídio que está colocado contra todos nós. O Paraná está chegando a 10 mil mortos se somar as mortes por Coronavírus e por Síndrome Respiratória Aguda Grave.”

José Baka Filho (PDT), na coligação Trabalho e Liberdade: Construindo uma Paranaguá para frente e melhor (PDT e PT), concorre ao lado do candidato a vice-prefeito Ubirajara Maristany (PT)

“Nós já implantamos em Paranaguá a escola em tempo integral e temos como uma das grandes propostas a reimplantação das escolas integrais em Paranaguá. Na nossa época, construímos 201 novas salas de aula, 12 creches, e vamos retomar esse trabalho frisando a universalização do Ensino Fundamental em Paranaguá. Fortalecer cada vez mais as atividades extracurriculares, a qualificação dos professores, com reconhecimento imediato com novos cursos, qualificação profissional, um plano de salários condizentes com a carga horária de cada professor. Ou seja, vamos retomar aquela Paranaguá boa e equilibrada, onde não existia criança na rua, porque todas estavam na escola. Fui o primeiro prefeito a entregar uniforme escolar, material escolar completo para todos os alunos da rede municipal e vamos retomar e continuar esse trabalho também. É muito importante que haja uma integração grande entre toda a secretaria de educação, a área de esportes e cultura para que as nossas crianças tenham cada vez mais acesso aos meios que existem em Paranaguá na prática esportiva, o conhecimento histórico da nossa cidade, fortalecer cada vez mais esse laço histórico dentro de Paranaguá. Temos um compromisso de retomar, principalmente, esse campo, construir mais creches, ampliar a rede municipal através da reimplantação das escolas em tempo integral e fazer com que os nossos professores sejam valorizados e respeitados.”

Adriano Ramos (Republicanos), na Coligação NOVA PARANAGUÁ (Republicanos, DC, PTC e Avante), concorre junto ao candidato a vice-prefeito Marcio Vega, o “Marcio da Max Espetos” (Avante) 

“Estamos vivendo um momento único no mundo por conta da pandemia do Coronavírus. Nós temos visto que muitos pais que têm seus filhos nas escolas particulares migraram para a escola pública. O município já tem uma demanda reprimida em função da oferta de vagas para algumas faixas etárias, principalmente nos nossos CMEIs, nas nossas creches para atender as nossas crianças. Nós iremos fazer um trabalho de convênio com as escolas particulares, isso já está ocorrendo lá no norte do Paraná e em várias regiões e cidades do Rio Grande do Sul, este convênio para que a escola pública, neste convênio com o município, possa ceder essas crianças e atender esta demanda significativa e reprimida de oferta de vagas que aumentou de uma forma assustadora no novo Coronavírus. Primeiro iremos atender desta forma, para que os pais tenham a tranquilidade e a segurança que as crianças vão estar na sala de aula e nos nossos CMEIs, isso é um ponto fundamental. Outro ponto fundamental com relação à educação é a questão de estrutura. Eu, como vereador, percorri várias escolas do nosso município, e nas escolas passaram uma tinta, mas não deram a devida estrutura necessária. Veja, nós não podemos no século XXI, em que nós estamos, ter uma estrutura do século XIX, pois têm escolas em que eles fazem rifas e outras formas dessa para poder levantar dinheiro para poder comprar material e pagar determinada situação na escola. Tem uma lei municipal que é a do Fundo Rotativo onde nós aplicaremos a lei e o diretor terá esta liberdade de poder com este valor realizar esses pequenos reparos e situações que a escola necessita. E, claro, a escola em tempo integral vai ser prioridade no nosso governo, entendemos que esta é uma política pública necessária para a educação.”

*O candidato Aramis Soares do Nascimento, o “Pichaco” (DEM), justificou a sua ausência.