Connect with us

Editorial

Incentivo ao isolamento social

Essa é uma das principais formas, se não a única, que muitos cidadãos têm nas mãos para evitar a infecção

Publicado

em

Na segunda-feira, 12, seguindo as determinações presentes no decreto da Prefeitura de Paranaguá, alguns comércios puderam reabrir suas portas após vários dias sem poder exercer atividade. O que se viu nas ruas de Paranaguá durante a segunda-feira foram algumas aglomerações de pessoas, muitas filas e também muitos moradores sem máscaras. Algo que foi determinado também pela prefeitura para o uso contínuo da população que precisa, realmente, sair de suas casas.

Neste momento, o que mais pesa é a conscientização das pessoas. Parte da população realmente está desesperada por ter ficado dias sem a sua fonte de renda, sob o risco de ficar sem condições de levar o alimento para dentro de suas casas e, com as novas medidas adotadas pela prefeitura, agora podem respirar um pouco mais aliviados.

Por outro lado, há outra parcela da população que não acredita no potencial destrutivo da Covid-19 e permanece agindo como se nada estivesse acontecendo. A doença já vitimou pessoas em todo o mundo, a situação é rotineiramente apresentada nos meios de comunicação, mas ainda assim não tem a notoriedade devida para essas pessoas.

Portanto, incentivar o isolamento social, para aqueles que podem, é mais do que necessário, é uma das principais formas, se não a única, que muitos cidadãos têm nas mãos para evitar a sua infecção e a das pessoas de sua família. Infelizmente, as coisas mudaram e é preciso que a sociedade esteja atenta a essas mudanças e o que pode fazer para contribuir para a sua cidade, Estado e País. A doença é real, nenhuma família está imune, e só será combatida se houver a união de esforços e o entendimento claro das medidas de prevenção.