Connect with us

Editorial

Ampliação e reforma da UPA beneficiarão saúde pública de Paranaguá

Todo investimento no tripé saúde, segurança e educação, sendo feito com respeito às leis e aos recursos públicos, é uma colaboração direta para a melhoria de qualidade de vida de todos os cidadãos

Publicado

em

Alcance da imunidade contra a Covid-19 demanda logística e tempo

Na última semana, o prefeito Marcelo Roque divulgou a ampliação e a reforma da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Baduca. O espaço é essencial para a saúde pública de Paranaguá, oferecendo atendimento gratuito a pacientes do município. Portanto, sua ampliação e revitalização serão benéficas a todos os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). A UPA é e sempre foi uma ferramenta importante para enfrentamento a todas as crises sanitárias enfrentadas em Paranaguá. 

Segundo o município, a UPA passará por uma ampliação, saindo do porte III para o II, sendo que com a remodelação terá aumento de leitos e de capacidade de atendimento médio de pacientes por dia. Segundo o Governo Federal, o porte II é destinado a municípios com 200 a 300 mil habitantes, sendo que Paranaguá, segundo estimativa do IBGE, conta com uma população estimada de cerca de 156 mil pessoas. Ou seja, teremos um equipamento público que poderá atender até mesmo uma demanda maior, inclusive planejada para um possível crescimento populacional nos próximos anos.

Não é de hoje que a atual gestão preza por investimentos na saúde pública. Além de inauguração de unidades de saúde, é impossível não falar no marco histórico da inauguração da unidade avançada do Hospital Erasto Gaertner, bem como reforma do antigo Centro Municipal de Especialidades (CME), que antes era um prédio abandonado e até mesmo abrigo para usuários de drogas, e hoje é uma sede funcional e moderna da Secretaria Municipal de Saúde. Além disso, o município agora também negocia a possível instalação de uma unidade do Hospital Infantil Pequeno Príncipe em Paranaguá, outro avanço que poderá ser um marco na pediatria local.

Ao todo, mais mil metros quadrados estão sendo construídos na nova UPA, bem como está sendo feita revitalização, com construção de consultórios, salas de raio-x, ala infantil e adulta, espaços de urgência e emergência, tudo isso em um investimento total de R$ 6,1 milhões. São recursos públicos utilizados em prol de uma benfeitoria para a saúde pública parnanguara. Todo investimento no tripé saúde, segurança e educação, sendo feito com respeito às leis e aos recursos públicos, é uma colaboração direta para a melhoria de qualidade de vida de todos os cidadãos. 

Leia também: Alcance da imunidade contra a Covid-19 demanda logística e tempo