Connect with us

Coronavírus

Temperaturas baixas e ambientes fechados aumentam contaminação

Uma pessoa infectada pela Covid-19 pode contaminar até três saudáveis (Foto: Reuters/Andrew Kelly)

Publicado

em

Médico diz que prevenção deve ser feita com distanciamento e higiene

A pandemia do novo Coronavírus fez com que as pessoas criassem novos hábitos com foco no distanciamento social e higienização, principais armas contra a enfermidade global que vem assustando a população litorânea. O médico atuante em Paranaguá, Jhonatan Aredes, afirma que, em virtude da chegada do inverno no Paraná, costumeiramente há o registro de temperaturas mais baixas, bem como circulação de pessoas em ambientes mais fechados, uma combinação que pode aumentar as chances de transmissão do vírus. 

Segundo o médico, os ambientes mais propícios para aumento da transmissão do novo Coronavírus de uma pessoa para a outra são os espaços que propiciam aglomerações e dificuldade de distanciamento físico. “Locais fechados e sem ventilação natural são ideais para a propagação de vírus. Tomar as medidas básicas de higiene e distanciamento é algo primordial no combate à contaminação”, completa. 

Distância de 1,5 metro ou mais entre pessoas

Aredes afirma que, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), as pessoas devem tomar pelo menos 1,5 metro de distância para evitar a chance de contágio pela doença. “Mas se possível, se maior a distância, melhor, pois o trajeto da gotículas durante uma conversa pode variar de pessoa para pessoa”, completa, ressaltando que, segundo estimativa feita por estudos recentes, uma pessoa infectada pode contaminar até três pessoas saudáveis. 

Ar-condicionado e quente

De acordo com o profissional da saúde, aparelhos de ar-condicionado ou quente, algo que exige que o ambiente seja fechado, pode contribuir para espalhar o Coronavírus em ambientes que não sejam arejados. “Isso pode ser explicado pelo fluxo e direcionamento do ar, associado ao ambiente que não apresenta portas ou janelas abertas”, completa Aredes.

Inverno e frio

“Locais fechados e sem ventilação natural são ideais para a propagação de vírus”, afirma o médico Jhonatan Aredes

No mês de maio, a temperatura já vem caindo de semana a semana, visto a proximidade do inverno, estação que começa em junho. Este período pode aumentar o número de casos da Covid-19 em Paranaguá e no litoral. “O inverno costuma fazer com que as pessoas se aglomerem mais, além de que as condições de clima frio e seco são favoráveis para a disseminação do vírus. Isso porque o clima pode influenciar tanto no nosso organismo – diminuindo nossas defesas, quanto na estabilidade do vírus – pela sua preferência por condições de clima seco e fresco”, completa.

Poder Público

Segundo o médico, em Paranaguá o Poder Público vem trabalhando intensamente nas medidas de prevenção à Covid-19, e isso tem tido impacto positivo na sociedade parnanguara quando comparamos a realidades de outros municípios. “Sempre lembramos que o uso obrigatório das máscaras, utilização de álcool em gel e lavagens das mãos com água e sabão não são exageros, mas uma forma de frear o aumento de casos registrados na nossa cidade, além de zelar pela saúde individual de cada cidadão”, finaliza Aredes.