Connect with us

Coronavírus

Paranaguá deverá vacinar com as duas doses 95% da população adulta até outubro

Estudo da UFPR analisa ritmo de vacinação nas principais cidades do Paraná

Publicado

em

Neste mês, pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR), apresentaram o projeto Rede Cooperativa de Pesquisa em Modelagem da Epidemia de Covid-19 e Intervenções não Farmacológicas (Modinterv),o qual, por meio do Portal Modinterv Paraná Covid-19, em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Sergipe (UFS), foi analisado o ritmo da vacinação contra a Covid-19 nos principais municípios do Paraná, bem como curva epidemiológico da pandemia, entre outros detalhes. Um modelo matemático foi estabelecido com dados publicados pelas secretarias municipal e estadual de saúde e pelo Sistema Único de Saúde (SUS), onde, entre várias constatações, se chegou à estimativa de que Paranaguá, seguindo o atual ritmo de imunização, irá vacinar 95% da sua população adulta. 

Segundo os dados analisados no último dia 5 de junho pela Modinterv, Paranaguá, desde o início da imunização, apresenta uma média de 658,16 vacinação ao dia e uma média de 46 dias entre a aplicação das duas doses. A estimativa é que no dia 31 de julho 75% da população parnanguara já esteja imunizada com a primeira dose. No dia 2 de setembro, a perspectiva do estudo é de que 95% dos adultos do município já tenham tomado a dose inicial.

No dia 15 de setembro, o estudo da UFPR estima que 75% dos adultos parnanguaras já tenham tomado as duas doses da vacina contra o Coronavírus. 95% da população adulta de Paranaguá já deverá estar totalmente imunizada, segundo o Modinterv, no dia 18 de outubro. É válido ressaltar que o cálculo leva em conta o ritmo de vacinação até o dia 6 de junho de 2021, onde a estimativa de prazo para imunização poderá reduzir ainda mais tempo ou aumentar, de acordo com a média diária de imunizados.

Regional de Paranaguá é a segunda com mais taxa de mortalidade 

Outro ponto analisado pelo estudo é com relação à incidência de casos e taxa de mortalidade, onde a Regional de Saúde de Paranaguá, que abrange todo o litoral, é a segunda mais afetada. A primeira regional do Ranking é Foz do Iguaçu. “A cada cem mil pessoas, aproximadamente 14 mil se contaminaram com o coronavírus e 292 faleceram em decorrência da doença na região”, destaca a assessoria da UFPR.

“Seguindo Foz de Iguaçu de perto na taxa de mortalidade está a Regional de Paranaguá. De acordo com os registros, a cada cem mil habitantes da região, cerca de 11.500 se infectaram e 286 morreram. Já em incidência de casos, é a regional de Telêmaco Borba que ocupa a segunda posição, com mais de 12 mil ocorrências a cada cem mil pessoas. Contudo, o número de óbitos é menor, 259, fazendo com que o local fique atrás das regionais de Apucarana e Cornélio Procópio, além de Paranaguá e Foz do Iguaçu”, informa o estudo. 

De acordo com Maria Carolina Maziviero, professora do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFPR, a letalidade e incidência de casos possuem relação direta com a circulação de pessoas. “À medida que a doença se tornou global, a circulação de pessoas e mercadorias se tornou também vetor da circulação do vírus pelo mundo. Deve-se levar em conta que pré-sintomáticos, pessoas com sintomas leves e, sobretudo, os assintomáticos têm papel significativo na disseminação do vírus, porque podem ser transmissores anônimos”, finaliza.

Com informações da UFPR

Foto: Prefeitura de Paranaguá/Secom

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.