Connect with us

Editorial

Prevenção para curtir as férias

té porque o litoral do Paraná tem condições favoráveis para formação de nuvens, o que aumenta a probabilidade de raios.

Publicado

em

É só começar a Operação Verão no litoral do Paraná que surgem diversas recomendações aos banhistas para que a população que reside na região e também para as famílias que vêm de longe possam aproveitar as férias de maneira responsável. Algumas medidas são simples e podem salvar vidas. O Corpo de Bombeiros alerta frequentemente para o perigo dos afogamentos, assim como para os cuidados com águas-vivas e de segurança no geral.

Do início da Operação Verão, no dia 22 de dezembro, até a primeira semana de 2020, somente o Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) salvou 33 vidas. O trabalho realizado pelas equipes de salvamento é árduo. Além dos afogamentos que demandam muito empenho dos guarda-vidas, outro risco que os banhistas estão vulneráveis é quanto aos incidentes com raios, os quais, na maioria dos casos, são fatais e, por isso, exigem medidas de proteção.

Nesta edição da Folha do Litoral News, a médica Dra. Lúcia Eneida Rodrigues, que atua no BPMOA e também no Hospital Regional do Litoral, forneceu informações importantes quanto ao perigo que os raios oferecem e como ajudar uma pessoa que, ocasionalmente, sofrer uma descarga elétrica.

Até porque o litoral do Paraná tem condições favoráveis para formação de nuvens, o que aumenta a probabilidade de raios, assim como umidade, calor e desnível da serra. Nesta época é bastante propícia a formação de tempestades que podem pegar os turistas desprevenidos nas praias.

Uma das primeiras medidas de prevenção, além de seguir as orientações do Corpo de Bombeiros, é utilizar as ferramentas disponíveis, como o aplicativo Bombeiros Paraná. Com ele, é possível localizar as praias que possuem postos de guarda-vidas, ver notícias e receber alertas meteorológicos caso haja a previsão de tempestades na região. O App também mostra dicas para se proteger de alagamentos, afogamentos e assaltos.

Que os turistas busquem essas informações e contribuam para que os índices de fatalidades ao fim desta Operação Verão sejam menores que no ano passado. O trabalho das forças de segurança aliado à informação da imprensa com responsabilidade e dos órgãos oficiais salva vidas e faz com que todos aproveitem o verão de forma consciente e longe dos riscos.

Continuar lendo