conecte-se conosco

Editorial

O desafio de vencer o sedentarismo

É do conhecimento geral que a falta de atividade física afeta sobremaneira a qualidade de vida das pessoas, principalmente, influenciando a saúde do indivíduo.

Publicado

em

Dados divulgados no ano passado e coletados a partir de estudo promovido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) ressaltaram que quase metade da população brasileira é sedentária, registrando, a partir da pesquisa realizada, que 47% das pessoas em idade adulta no Brasil não praticam atividades físicas suficientemente, isto é, não cumprem a recomendação padrão da OMS, de praticar ao menos duas horas e meia de esforço moderado por semana ou 75 minutos de atividade intensa. Isso equivale a dizer que o sedentarismo está em alta no País. E o que isso pode influenciar no cotidiano da população?

É do conhecimento geral que a falta de atividade física afeta sobremaneira a qualidade de vida das pessoas, principalmente, influenciando a saúde do indivíduo. Muitas doenças da atualidade podem ser combatidas com um exercício diário. Na atualidade, cresce o número de hipertensos, inclusive na idade infantil, assim como os índices de diabéticos, o que, em grande parte, pode ser combatido com a movimentação adequada e saudável dos músculos e articulações. É o corpo humano que pede para que se exercitem os músculos, os quais não têm estrutura para ficar parados.

Além disso, exercitar-se é um importante instrumento para o combate a males tão comuns ao cotidiano da contemporaneidade: a depressão, ansiedade e suas inúmeras síndromes. O exercício oxigena o cérebro, dá vitalidade e disposição para o desempenho adequado das funções diárias, por isso ele é tão imprescindível a todas as pessoas.

Em virtude de todas as situações supracitadas e muitas outras verificadas na atualidade, faz-se necessário o surgimento de políticas públicas que favoreçam a conscientização para que o Brasil dê um "xeque" no sedentarismo e, neste contexto, uma instituição que vem engajada nesta luta há um bom tempo é o Serviço Social do Comércio (Sesc), o qual participa há mais de duas décadas do Dia do Desafio, evento mundial que ocorre anualmente na última quarta-feira de maio e visa a eliminar o sedentarismo da vida da população, ou seja, o objetivo é estabelecer uma disputa na qual não há perdedores, pois todos ganham quando se unem em prol da qualidade de vida. E neste ano, mais uma vez o Sesc está engajado nesta luta e lançou, ontem, o Dia do Desafio 2019.

O que se espera é que a prática de atividade física se torne constante entre o maior número de parnanguaras, para que a cidade possa vencer o desafio de "driblar" o sedentarismo. 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.