conecte-se conosco

Editorial

Maio Amarelo e a responsabilidade no trânsito

Isso porque segundo o Ministério da Saúde, atualmente, cerca de 37 mil pessoas morrem e outras 180 mil ficam feridas no trânsito.

Publicado

em

“Se beber não dirija”. “Se digitar não pegue o volante”. “Se estiver com sono chame outro motorista da rodada”. Essas orações que indicam hipótese ou condição para que seja realizado ou não um fato principal, são bastante comuns em propagandas publicitárias. Porém, não devem ficar apenas nas ações de marketing e fazem toda a diferença se forem levadas á risca, na hora de salvar vidas.

Isso porque segundo o Ministério da Saúde, atualmente, cerca de 37 mil pessoas morrem e outras 180 mil ficam feridas no trânsito brasileiro. No mundo, são 1,3 milhões de óbitos, além de 30 milhões de pessoas com sequelas.

Uma das campanhas atuais de maior relevância, no momento, tem sido sobre a prevenção na utilização de aparelhos celulares enquanto se dirige. Falar ao celular e dirigir ou digitar pode aumentar em até quatro vezes o risco de acidentes de trânsito. E essa tem sido uma das iniciativas de conscientização do Maio Amarelo, período em que se propagam campanhas educativas com o objetivo de reduzir o número de acidentes e preservar a vida.

É a conduta responsável, que abrange uma série de fatores, desde o uso do cinto de segurança, a habilitação regular, a direção defensiva, entre outros, que farão a diferença na hora de evitar um acidente e até mesmo uma morte.

Durante todo o mês de maio, os órgãos de trânsito junto aos governos farão ações educativas, mas é preciso pensar que a fiscalização de trânsito também deve ser prioritária.

É comum, por exemplo, muitas pessoas dirigirem sem habilitação em grande parte dos Estados brasileiros. E geralmente, acidentes são ocasionados por motoristas que nem sequer fizeram aulas teóricas ou práticas, desconhecem leis, sinalização e mais: arriscam a própria vida e a do próximo por não se adequarem às regras da sociedade.

Portanto, além da educação, é preciso a fiscalização. Pois em 2018, por exemplo, no Estado de São Paulo, constatou-se que 200 mil motoristas dirigiam com a habilitação suspensa. Em Paranaguá, segundo o Detran, no ano de 2018 o número de carteiras de habilitação suspensas passou  para 6.434 (por 20 pontos) e 226 (suspensão direta). Fica o alerta.

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.