Logotipo

Promoções e ofertas prometem zerar o estoque de ovos de chocolate

17 de abril de 2019

Movimento deve ser intenso nos dias que antecedem a Páscoa

Compartilhe

As prateleiras das lojas e dos supermercados estão cheias de ovos de chocolate e outros produtos relacionados à Páscoa. A princípio, os preços assustaram os consumidores, mas a tendência nesta semana é que eles sofram uma redução com a proximidade da data festiva e até promoções sejam divulgadas para atrair o consumidor e acabar com o estoque.

O gerente de um supermercado de Paranaguá, Alex Sandro Henrique Gonçalves, afirmou que os preços dos chocolates tendem a cair, assim como há outras novidades reservadas para esta última semana. “Nesta reta final teremos promoções diretamente com as empresas, na compra de um ovo de chocolate leva outro de tamanho menor ou na compra do segundo leva um brinde como uma caixa de bombom. Tem esse tipo de promoção que os fabricantes fazem em parceria conosco”, disse Gonçalves.

O objetivo, com as promoções, é zerar o estoque, já que se trata de um produto sazonal. “A nossa intenção é que não sobre nada”, frisou o gerente. Segundo ele, o consumidor também está pesquisando bastante antes de efetuar as compras de Páscoa.

“O pessoal também está acostumado com essas promoções, por isso as vendas dos ovos começam a emplacar a partir de quarta-feira”, destacou Gonçalves.

O gerente revelou ainda que o ticket médio tem sido de R$ 150 a R$ 200. O maior movimento nos supermercados é esperado para quarta e quinta-feira, tanto a procura dos chocolates, como de outros produtos típicos da data, como o bacalhau.

Ipem orienta consumidores a conferir o selo do Inmetro nos brindes infantis

DATA NÃO REFLETE NO COMÉRCIO VAREJISTA

O diretor da Câmara do Comércio Varejista, Anwar Hamud Hamud, explicou que a Páscoa não reflete diretamente em um aumento das vendas nas lojas. “O comércio de Paranaguá não sente nenhum movimento positivo com relação à Páscoa. Não podemos dizer que houve um aumento no número de vendas. Por se tratar de uma data religiosa comemorativa que tem apelo a todo o comércio, não só para quem vende chocolate ou peixe, por exemplo, está sendo uma data sem muito movimento. Também não houve aumento em relação ao ano passado”, observou Hamud.

DICAS

O Instituto de Pesos e Medidas do Paraná (IPEM-PR) realizou uma pesquisa para análise dos produtos mais comercializados. Além do selo do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), o consumidor deve ficar atento à indicação da faixa etária, para os ovos que contêm brindes para crianças. Vale ressaltar que as regras do Inmetro valem tanto para os fabricantes de ovos de chocolate artesanais, como para a indústria.

Segundo o Ipem, o peso indicado na embalagem deve corresponder somente à quantidade equivalente de chocolate, sendo descontado o peso da embalagem e de eventuais brindes que houver dentro do produto.

Se o ovo de chocolate traz brinquedo como brinde, é preciso verificar na embalagem se está estampada a frase “Atenção: contém brinquedo certificado no âmbito do Sistema Brasileiro da Avaliação da Conformidade”. Esta indicação garante que o brinquedo passou por testes e não vai oferecer riscos à criança.
 

Colunistas