Logotipo

314 microempresas foram criadas em Paranaguá somente em 2019

13 de abril de 2019

Em 2019, 1.740 empresas e MEIs se instalaram no município, um acréscimo de 3,46%, algo que gera emprego e beneficia a economia

Compartilhe

A criatividade do brasileiro em tempos de crise, como os vividos nos últimos anos, quando houve aumento nos índices de desemprego, fez com que o empreendedorismo tivesse uma crescente em todo o País, algo observado também em Paranaguá. De acordo com a Secretaria Municipal de Trabalho e Emprego (Semtra) da Prefeitura de Paranaguá, somente em 2019 foram abertas 314 microempresas individuais (MEIs) no município, segundo dados do Portal do Empreendedor.

Segundo informações da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) do Governo Federal, dados de abril de 2019 apontam que o número de MEIs cadastrados no País ultrapassa a marca de 8,1 milhões. "A maioria dos empreendedores tem entre 31 e 40 anos (mais de 2,5 milhões), seguidos por aqueles com idade entre 41 e 50 anos (1,9 milhão), entre 21 e 30 anos (1,7 milhão). Entre 51 e 60 anos, são 1,3 milhão. Os mais velhos (61 a 70 anos) são 446,1 mil. Entre 16 e 17 anos, há 575 jovens microempreendedores. E entre, 18 e 20 anos, 69,9 mil", explica a assessoria com relação aos dados do Brasil.

De acordo com a Semtra, o balanço do ano passado com relação à instalação de empresas e MEIs em Paranaguá é positivo.

"Tivemos abertura de 1.740 empresas (incluindo MEIs), um acréscimo de 3,46%, conforme dados do site Empresômetro (www.empresometro.com.br). Tudo isso ocasiona geração de empregos, fomento de negócios, bem como beneficia áreas como a economia e renda, sustentabilidade e saúde", informa a prefeitura.

Segundo João Paulo Andrade, analista do Sebrae, a chave para o sucesso dos empreendedores em tempos de crise é identificar oportunidades e focar no planejamento para ter um diferencial competitivo, algo válido para Paranaguá e municípios de todo o País. "Analisar a demanda pelo produto a ser ofertado através de uma pesquisa de mercado e considerar a disponibilidade de recursos são partes integrantes do planejamento. Correr risco é inerente à atividade empreendedora. Planejamento é a saída para mitigar esse risco. Quão maior o risco, maior a importância do planejamento", explica.

PREFEITURA E INCENTIVOS TRIBUTÁRIOS

Além das MEIs, outro alicerce econômico de Paranaguá é a instalação de empresas, algo que ocorre em peso na cidade, principalmente derivado da atividade portuária. A prefeitura promove formas de incentivo fiscal e uma das principais delas é o Programa de Expansão Econômica de Paranaguá (Prodepar). "Ele foi firmado por meio da lei n.º 2.894/2008, modificada pela lei n.º 3.567/2017, que tem por objetivo a concessão de incentivos tributários e benefícios para instalação ou expansão de empreendimento de grande porte", diz a assessoria.

COMO FAZER PARA ABRIR UMA MICROEMPRESA

A Prefeitura de Paranaguá disponibiliza a Sala do Empreendedor para abertura de CNPJ de MEIs, espaço que também auxilia para ações e planejamento voltados aos microempreendedores individuais (MEIs). "A Sala do Empreendedor fica localizada no prédio da prefeitura, no Palácio São José", destaca a assessoria. "Para se cadastrar como MEI, é preciso ter faturamento de até R$ 81 mil por ano, não ser sócio, administrador ou titular de outra empresa e ter no máximo um empregado. Como MEI, o microempreendedor tem um CNPJ e pode abrir conta bancária, fazer empréstimos e emitir notas fiscais", finaliza o Sebrae.

*Com informações do Sebrae

Colunistas