Logotipo

Ministério Público ganhará sede própria em Paranaguá

08 de fevereiro de 2020

Construção do prédio já está em andamento na Alameda Coronel Elísio Pereira

Compartilhe

A sede do Ministério Público do Paraná (MPPR) em Paranaguá já está em construção. O terreno, localizado na Alameda Coronel Elísio Pereira, 722, no bairro Palmital, foi uma doação da Prefeitura de Paranaguá à instituição. Parte dos trabalhos das promotorias é realizada hoje no Fórum da cidade, na Avenida Gabriel de Lara, e outra parte na Rua Comendador Correa Júnior.

A assessoria de comunicação do Ministério Público do Paraná (MPPR) explicou o que espera com a construção de uma sede própria no município.

“O objetivo é otimizar os recursos logísticos e integrar as atividades desenvolvidas pelo MPPR na região, facilitando o acesso da população à instituição”, destacou o MPPR.

O novo espaço abrigará, além das Promotorias de Justiça, outras unidades do órgão, como o Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria), o Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente, Habitação e Urbanismo (Gaema), a Unidade Regional de Apoio Técnico Especializado (Urate) e o setor administrativo da Comarca.

Investimento

Segundo o MP, o custo total da obra é de mais de R$ 7.568.275,20. A edificação terá dois pavimentos e 1.900,22 m² de área construída. “A construção foi iniciada em 27 de janeiro de 2020, com previsão de término no primeiro trimestre de 2021. Considerando as dimensões do terreno, que é um dos maiores que o MP possui, no valor da obra estão incluídos os serviços de delimitação, implantação, cabeamento estruturado, sistema de ar-condicionado, pavimentação e paisagismo”, informou o MPPR.

Parte dos trabalhos do MP em Paranaguá é realizada, atualmente, em prédio alugado na Rua Comendador Correa Júnior

Atuação do Ministério Público

Os promotores de justiça do MP atuam diretamente em defesa da saúde pública, do meio ambiente, do patrimônio público, dos direitos da criança e do adolescente, das famílias, do idoso e das pessoas com deficiência, do consumidor, direitos humanos e em quase todas as áreas relacionadas aos direitos fundamentais da cidadania.

Para isso, o MP precisa estar em contato permanente com a sociedade, ouvindo a população e trabalhar para que seus direitos sejam respeitados. Todos os municípios paranaenses fazem parte de uma comarca, na qual há ao menos uma Promotoria de Justiça responsável pela atuação do Ministério Público em cada localidade do Estado


Colunistas