Connect with us

Direito & Justiça

HOMICÍDIO DO PARQUINHO: Justiça marca audiência de instrução do réu Leandro Alves

Gabriel foi esfaqueado na barriga por Leandro Alves na Praça dos Leões.

Publicado

em

No dia 10 de agosto, por volta das 22h, Gabriel de Souza Alves, de 24 anos, morador na Ilha dos Valadares, que estava acompanhado pela esposa no "parquinho" da Praça dos Leões, no Centro Histórico, foi esfaqueado na barriga por Leandro Julião Alves, de 28 anos, que também estava com a esposa e o filho na mesma localidade. A vítima chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhada para o Hospital Regional do Litoral (HRL), mas não resistiu ao grave ferimento e veio a óbito na madrugada de domingo, 11 de agosto.

De acordo com a ocorrência, que foi atendida pela Guarda Civil Municipal (GCM), os dois teriam discutido, entrado em vias de fato, que culminou no esfaqueamento realizado por Leandro contra Gabriel. No dia 16 de agosto, a Polícia Civil do Paraná (PCPR) realizou a prisão de Leandro.

"Após a coleta dos elementos necessários à elucidação do homicídio, como a oitiva de testemunhas, coleta de imagens etc., o delegado de Polícia responsável pelo inquérito representou pela prisão preventiva de Leandro. Com a expedição do mandado pela 1.ª Vara Criminal de Paranaguá, foi dado o cumprimento à ordem judicial. Com isso, Leandro Julião Alves encontra-se preso na Cadeia Pública de Paranaguá à disposição do Poder Judiciário", informou a 1.ª Subdivisão Policial (1.ª SDP) da PCPR quando efetuou a prisão.

AUDIÊNCIA

No dia 5 de novembro, o Poder Judiciário do Estado do Paraná intimou o réu Leandro Julião Alves, bem como as testemunhas do homicídio, para uma audiência de instrução no dia 2 de dezembro. Esta é uma das primeiras etapas processuais do caso.

Testemunhas e réu no homicídio em questão devem comparecer à audiência. Segundo o Código de Processo Penal (CPP), caso a testemunha deixe de comparecer sem motivo justificado, o juiz poderá requerer à autoridade policial e ou oficial de Justiça que a traga até a Vara Criminal. Em caso de falta, de acordo com o CPP, a testemunha deverá pagar multa que pode ser de um a dez salários mínimos.

Foto: arquivo.

 

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.