conecte-se conosco

Cultura

Tradição do Halloween se mantém de diferentes formas

No Brasil, a data evidencia a cultura popular com personagens locais

Publicado

em

O Halloween é uma tradição milenar que se mantém em vários países do mundo de formas variadas. Tem suas raízes não na cultura americana, mas no Reino Unido. Seu nome deriva de "All Hallows' Eve".

"Hallow" é um termo antigo para "santo", e "eve" é o mesmo que "véspera". O termo designava, até o século 16, a noite anterior ao Dia de Todos os Santos, celebrado em 1.º de novembro.

Hoje em dia, as festividades são diferentes daquelas que deram origem à comemoração. Com o tempo, o Halloween evoluiu para um evento secular e da comunidade, caracterizado por atividades infantis como, por exemplo,  doces ou travessuras.

Em vários países ao redor do mundo, como os dias ficam mais curtos e as noites mais frias, as pessoas continuam a inaugurar a temporada de inverno com encontros, fantasias e doces. No Brasil, a data foi divulgada pelas escolas de língua inglesa que se expandiram entre as décadas de 1960 a 1980.

Hoje a data é lembrada de forma cultural no Brasil, tendo como símbolos as abóboras, bruxas e vassouras e todos os artigos que envolvem o misticismo da data. No entanto, há uma resistência muito grande em algumas regiões do Brasil sobre a comemoração da data no País. Algumas pessoas argumentam que o País é muito rico em cultura popular para celebrar uma cultura estrangeira e ignorar a própria história e identidade.

Por causa dessa polêmica, foi criado o Dia do Saci, a partir do decreto de lei n.º 2.762/2003, também no dia 31 de outubro, constituindo uma "resistência pacífica" à cultura americanizada do Dia das Bruxas. Em Paranaguá, os atores Julio Cristiano e Ezilda Lane realizam contações de histórias sobre temas variados para as crianças.

Entre os temas também constam os personagens que aguçam o imaginário popular como as bruxas, por exemplo.

“É importante e divertido inserir a mitologia do folclore brasileiro na formação da criança e dicas de livros infantis com essa abordagem. Dia das bruxas é só mais um motivo para abrir a imaginação, e deixar a fantasia entrar. As crianças gostam de ouvir histórias e a imaginação ganha asas através dos personagens, e quando se trata das bruxas, elas ficam ainda mais curiosas, pois são personagens misteriosos”, explica Ezilda.

 

Continuar lendo
Publicidade